Palmeiras espera o CAP para seguir negociações por Rony

0
42
DIVULGAÇÃO/CAP

O Palmeiras espera rece­ber uma sinalização do Athletico para saber se dará ou não sequência à negociação por Rony. O principal impas­se está entre o próprio ata­cante e o clube paranaense.

Na última quarta-feira, o diretor de futebol do Palmei­ras, Anderson Barros, viajou à Curitiba para negociar pes­soalmente com a diretoria do clube paranaense.

O problema é que o Athle­tico e os responsáveis pela car­reira de Rony não concordam quanto à porcentagem do va­lor que ficará com cada parte em caso de venda. O clube en­tende que isso foi fixado na sua chegada, enquanto o estafe do jogador defende que ele tenha direto à metade do total.

O valor da multa contratual gira em torno de 12 milhões de euros (cerca de R$ 55 milhões, na cotação atual), mas a boa relação entre as duas diretorias abriu possibilidade de compra por 50% dessa quantia – a de­pender, porém, de um acerto entre as outras duas partes.

Se receber uma sinalização positiva de que ainda haverá chance de negócio, o Palmei­ras então passará a trabalhar na composição de cláusulas que possam contribuir jus­tamente para que o estafe do jogador e o clube paranaense fiquem satisfeitos.

Outra questão, considera­da de menor importância pela diretoria do Palmeiras, é a ação movida pelo Albirex, do Japão, seu clube anterior, que alega à Fifa ter havido quebra de con­trato em seu retorno ao Bra­sil. Se o jogador for punido, o prejuízo será apenas esporti­vo, e não financeiro.