VATICAN MEDIA

O papa Francisco, de 84 anos, recebeu alta do Hos­pital Agostino Gemelli, em Roma, e retornou ao Vatica­no nesta quarta-feira, 14 de julho. Nos últimos dez dias, o pontífice estava em recupera­ção após realizar uma cirur­gia no cólon, parte do intesti­no grosso. Francisco deixou o hospital por volta das 10h45, pelo horário local.

Ao chegar no Vaticano, o papa cumprimentou uma pequena carreata de admira­dores. Francisco também pa­rou brevemente para rezar na Basílica de Santa Maria Ma­ggiore, em Roma, como tem costume de fazer quando re­torna de viagens ao exterior.

No início de julho, o pon­tífice teve metade do cólon re­movido por um estreitamen­to severo no intestino grosso. Essa foi sua primeira grande cirurgia desde que assumiu a liderança da Igreja Católica, em 2013. O procedimento foi planejado e agendado para o começo do verão no hemisfé­rio norte, quando as audiên­cias do papa são suspensas.

A tradicional agenda de viagens do papa só retorna em setembro, até lá Francisco terá mais algumas semanas de recuperação. Por en­quanto, ainda na primeira quinzena do mês, o papa deve visitar Hungria e Es­lováquia. Em seguida, fará uma rápida parada em Glas­gow, na Escócia, em meados de novembro para participar da Conferência do Clima (COP26). Outros destinos ainda serão analisados.

A previsão inicial era que o papa recebesse alta no úl­timo fim de semana, mas a saída foi adiada para garantir um maior tempo imerso na terapia de reabilitação. No domingo (11), o pontífice realizou sua oração semanal na varanda do 10º andar do hospital, acompanhado por jovens em recuperação diag­nosticados com câncer.

Essa foi sua primeira apa­rição pública após a cirurgia. Na tarde de terça-feira (13), véspera da alta, Francisco visitou a ala pediátrica de câncer do hospital em que es­tava internado. Em imagens divulgadas pelo Vaticano, o papa aparece em boas con­dições enquanto caminhava sem ajuda e cumprimentava crianças, pais e médicos.