Jornal Tribuna Ribeirão

Para vítimas das chuvas – ONG arrecada 40 t de produtos

FOTO: ALEX RODA/VOLUNTÁRIOS DO SERTÃO

Durante uma semana, de 3 a 8 de janeiro, a Organização Voluntários do Sertão realizou uma ação solidária de arreca­dação de doações para as fa­mílias que vivem na região sul da Bahia e que perderam suas casas e sustento em decorrên­cia das fortes chuvas que atin­giram a área recentemente.

Com a ação da ONG foi pos­sível recolher alimentos, roupas, agasalhos, roupas de cama e ba­nho, medicamentos, calçados, entre outros. Com mais de 20 anos de história em oferecer saú­de e oportunidade de integração social a pessoas que vivem em regiões de vulnerabilidade no Brasil, a Organização Volun­tários do Sertão uniu parcei­ros e, com o apoio da socie­dade, arrecadou ao todo mais de 40 toneladas de doações.

A maior parte, mais de 25 toneladas, foi destinada à po­pulação da Bahia, que era o foco da campanha. Mas as do­ações não pararam de chegar, e cerca de 15 toneladas foram encaminhadas também para o Estado de Minas Gerais, para a região do município de Sali­nas, área que também foi afeta­da pelas fortes chuvas.

Em Minas Gerais, 25 pes­soas morreram. “Não temos nem como agradecer. Como sempre, a população abraçou nossa causa e batemos um recorde que nem imagináva­mos”, destaca Marta Meire, Gestora da Voluntários do Ser­tão. Além das arrecadações, uma equipe de voluntários es­teve presencialmente na Bahia e em Minas Gerais.

A visita na Bahia aconte­ceu na região da cidade de Itabuna, o convite veio por parte de instituições locais que pediram a ajuda da Vo­luntários do Sertão, em razão da longa experiência pela re­alização das edições do muti­rão, para que montasse uma estratégia de logística de dis­tribuição de tudo o que estão recebendo de doações.

Quem explica a respeito desse convite é o presidente da organização, Doreedson Pereira, mais conhecido como “Dorinho”. “Nosso mutirão de solidariedade tem mais de 20 anos de história e nesse tempo todo já realizamos várias edi­ções no Estado da Bahia, as pessoas conhecem e confiam no nosso trabalho”.

“Por isso, quando aconte­ceu essa tragédia, nos unimos para ajudar motivando doa­ções, mas confesso que fiquei muito honrado ao receber o convite de reunir alguns vo­luntários estratégicos para compartilhar no local nossos conhecimentos de logística e organização e assim apoiar na estrutura de distribuição de tudo o que a região tem recebi­do de doações”, explica.

Por fim, em Minas Gerais, Dorinho atuou pessoalmen­te para a entrega do material doado e esteve em contato com promotores do Ministério Público Estadual, representan­tes da Secretaria do Desenvol­vimento Social de Salinas e o Centro de Distribuição Integra­do (uma parceria entre igrejas locais). “É sempre uma satisfa­ção muito grande ver que a so­lidariedade une tanto as pesso­as e que no momento de maior dificuldade as famílias estão recebendo ajuda”, completa.

Na Bahia, 191 municípios decretaram situação de emer­gência em razão das chuvas que atingiram o estado em dezembro. Balanço divulga­do domingo (16), pela Defe­sa Civil estadual, contabiliza 965.643 pessoas de alguma forma atingidas pelas con­sequências das precipitações pluviométricas.

Destas, 62.156 tiveram que deixar suas casas e se abrigar na casa de parentes, amigos ou vizinhos, enquan­to outras 30.306 tiveram que, em algum momento, ser aco­lhidas em abrigos improvisa­dos. Até anteontem, o estado contabilizava 27 mortes e 57 pessoas feridas.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
AllEscort