Partidos britânicos sofrem tentativa de ataque cibernético

0
13

O governista Partido Conservador e o seu principal opositor, o Partido Trabalhista, foram alvos de uma tentativa de ataque cibernético nesta terça-feira (12). De acordo com uma fonte da Reuters, as ações parecem ter acontecido de forma paralela, sem relação entre os responsáveis pelos ataques às duas instituições políticas.

O ataque aos conservadores teve início pouco antes das 13h (horário de Brasília) e durou menos de uma hora. De acordo com a Reuters, os hackers tentaram derrubar os sites dos partidos, mas não obtiveram sucesso. 

O Partido Trabalhista não teve a mesma sorte. O movimento de oposição sofreu a primeira tentativa de ataque na segunda-feira (11), mas a operação de suas plataformas não chegou a falhar “graças ao forte sistema de segurança”, segundo um porta-voz. Na terça-feira à tarde (12), porém, a página oficial da legenda parou de funcionar, relatam jornalistas da AFP.

A sigla lamentou que “algumas atividades eleitorais” tenham sido temporariamente desaceleradas por medidas de segurança tomadas em resposta ao ciberataque. Além disso, o partido não especificou se possui informações sobre a origem do ataque, mas disse ter notificado as autoridades especializadas.

O líder dos trabalhistas, Jeremy Corbyn, assegurou que nenhuma informação foi hackeada. Durante um comício em Blackpool, no entanto, Corbyn alertou a população sobre a segurança da corrida eleitoral: “Se isso é uma amostra do que pode acontecer durante as eleições, fico particularmente preocupado”. 

O Reino Unido está no meio de uma campanha para as eleições legislativas antecipadas, convocadas para 12 de dezembro, com o intuito de se livrar do bloqueio político sobre o Brexit.

Fontes: UOL/Reuters

Comentários