Divulgação

A Passaredo Linhas Aéreas anunciou na manhã desta terça-feira, 23 de abril, em evento no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista, a implantação de 62 novas operações semanais ligando cidades do Estado de São Paulo, sendo que 50 partirão do Aeroporto Estadual Doutor Leite Lopes, em Ribeirão Preto, sede da empresa. As novas frequências levam em conta o plano de incentivo à aviação lançado pelo governo do Estado, com entrada em vigor prevista para 1º de junho de 2019.

Do total das novas operações, 24 delas já tiveram início na segunda-feira (22) ligando Ribeirão Preto às cidades de Uberlândia (MG) e Goiânia (GO). Outro novo destino ligará o Aeroporto Leite Lopes ao Afonso Pena, em Curitiba (PR), com 14 voos semanais, iniciando a operação em 7 de junho. A companhia também retomará suas operações em São José do Rio Preto, com uma ligação direta da cidade à Brasília, totalizando 12 voos semanais, com data prevista de início em 8 de agosto.

Novas frequências também estão previstas nas cidades de São Carlos e Votuporanga – ambas com seis operações semanais. Estes destinos receberão os voos no segundo semestre deste ano, ainda sem data marcada, com saída de Ribeirão Preto. Todas as novas operações serão com aeronave ATR 72-500 – com capacidade para 68 passageiros.

Participaram da solenidade o prefeito Duarte Nogueira Júnior (PSDB), o vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia, o secretário de Turismo, Vinicius Lummertz, e o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.
A ampliação da malha aérea no Estado é resultado do programa “São Paulo Pra Todos”, que reduziu o imposto da alíquota cobrada sobre o querosene de aviação de 25% para 12%.

Como contrapartida, as companhias aéreas passarão a oferecer mais voos a partir de diversos aeroportos paulistas. Recentemente, foram contemplados os municípios de Araraquara, Barretos, Franca e Guarujá. A despesa das empresas aéreas com combustível chega a até 40% de todo o custo operacional de cada voo.

Com a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviçoes (ICMS) cobrado sobre o combustível aéreo, o governo paulista pediu contrapartidas para aumentar o fluxo de pousos e decolagens dentro do Estado, principalmente em cidades que ainda não eram atendidas por linhas comerciais regulares.

Pelo acordo firmado em fevereiro, o setor aéreo se comprometeu a criar 70 novos voos e 490 partidas semanais, aumentando a oferta de destinos em todo o país. Ao todo, as novas frequências vão atingir aeroportos de 38 cidades em 21 estados. A desoneração tributária terá efeito a partir de 1º de junho e será compensada pelo impacto econômico gerado pelas contrapartidas.

Passaredo Linhas Aéreas – Com sede em Ribeirão Preto, a Passaredo Linhas Aéreas atua desde 1995, sendo a maior empresa aérea com operação exclusivamente regional em atividade no Brasil. Com frota composta por aeronaves ATR 72-500 com capacidade para 68 passageiros, a companhia opera rotas nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste, totalizando onze destinos.

A Passaredo transportou no ano de 2018 um total de 570 mil passageiros, realizando aproximadamente 14 mil decolagens, contando atualmente com 500 colaboradores diretos. A companhia aérea opera sob as regras da certificação IOSA, programa internacional de excelência operacional da Iata.

Comentários