Jornal Tribuna Ribeirão
Esportes

Peixe corre atrás de Junior Brandão

Sem acordo por Vagner Love, do Besiktas-TUR, o San­tos intensificará a negociação por Junior Brandão, artilheiro da Série B pelo Atlético-GO, com nove gols.

O Peixe fez uma primeira proposta ao Atlético e ouviu um “não”. A diferença, po­rém, não é tão alta. A pedida inicial foi de 1,5 milhão de euros (R$ 6,6 mi) por 70% dos direitos econômicos.

O empresário de Junior, Léo Feijó, vê o negócio com o Santos próximo. Vice-pre­sidente e diretor do Atlético- GO, Adson Batista tem ver­são diferente.

“O Atlético-GO está com proposta oficial do Santos em mãos. Ainda há uma pe­quena distância entre o valor pedido e o valor oferecido, mas esperamos que os clu­bes entrem em acordo. Rece­bi sondagens de outros dois clubes da Série A e de times europeus, como de Portugal e Turquia”, disse o agente.

“Conversei com o Ricardo Gomes (executivo de futebol do Santos). Foi esclarecedora, mas não houve avanço. Não vai acontecer neste momen­to. Não senti nada irreal nem nada, mas senti que eles estão um pouco sem condição de avançar. Tem um grupo de gestão (comitê).

Cada um com uma opinião… Falei que tenho outras propostas, que não que­ro vender agora e esperei uma proposta condizente, mas os senti travados. Não estamos desesperados, talvez pensar numa negociação só no fim do ano. Teria que ser algo que va­lesse muito a pena”, afirmou o dirigente do Atlético-GO.

Junior tem 22 anos e ficou animado com a procura do al­vinegro, porém é grato à dire­toria atleticana e não fará força para sair. Seu objetivo é ser ne­gociado somente com a apro­vação total do seu atual clube, sem deixar qualquer rusga. O contrato vai até o fim de 2020.

Protesto
O Santos emitiu comuni­cado nesta quinta-feira para informar que entregará ofí­cio à Comissão de Arbitra­gem da CBF pedindo que o árbitro Rodolpho Toski Mar­ques não apite mais os jogos do time Ainda sugeriu que o juiz seja afastado das com­petições e que passe por um período de reciclagem.

A revolta toda é porque o árbitro encerrou a partida de quarta-feira contra o Cruzei­ro pela Copa do Brasil quan­do o centroavante Gabriel arrancou livre em contra-a­taque e poderia ter marcado o gol da classificação do time alvinegro.

O jogo terminou com vitó­ria do Santos por 2 a 1. Como o Cruzeiro havia vencido o primeiro duelo por 1 a 0, a de­cisão foi para os pênaltis. O go­leiro Fábio, então, pegou as três cobranças santistas e garantiu a equipe mineira nas semifi­nais da competição.

Mais notícias

Leão deve emprestar dupla para o Uberaba

Redação 1

Artilheiro do Pantera pede apoio da torcida

Redação 1

Fórmula 1 e NBA acertam parceria de conteúdo durante o GP dos Estados Unidos

Redação 1

Campeã no Corinthians, Katiuscia define comunidade LGBT+: ‘Autonomia e liberdade’

Redação 1

Após eliminação, jogadores do sub-23 podem reforçar Santos no Brasileirão

Redação 1

Sylvinho improvisou na lateral e agora pode usar volante na defesa do Corinthians

Redação 1
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com