Jornal Tribuna Ribeirão
Destaque Geral

Penitenciárias de SP retomam visitas

MARCELO CAMARGO/AG.BR.

A Secretaria da Adminis­tração Penitenciária (SAP) retoma as visitas presenciais a partir deste final de semana, no sábado (10) e no domingo, 11 de julho, nos 178 presídios do Estado de São Paulo sob sua gestão, com restrição de apenas uma pessoa cadastrada por reeducando.

“Após um longo período com visitas suspensas, a re­tomada da visitação ocorrerá dentro dos critérios de segu­rança, seguindo todas as reco­mendações do Ministério da Saúde”, diz Antônio Pereira, presidente do Sindicato dos Agentes de Escolta e Vigilância Penitenciária do Estado de São Paulo (Sindespe).

“O uso de máscara é obri­gatório durante todo o perí­odo de permanência na uni­dade prisional, e não serão permitidos quaisquer con­tatos físicos entre custodia­dos e visitantes, sujeitando o descumprimento às medidas de suspensão temporária de visitação do reeducando(a) e/ ou visitante’’, explica.

A visitação está limitada para maiores de 18 anos. En­tretanto, pessoas a partir de 60 anos – ou integrantes do grupo de risco – poderão entrar so­mente se apresentarem com­provante do esquema vacinal completo para covid-19. Para aqueles que tiverem entre 18 e 59 não haverá exigência do comprovante de vacinação.

O visitante deverá portar a carteirinha de visitante, o documento de identificação com foto e o comprovante de vacinação contra a covid-19 – se for o caso –, sendo vedada a entrada de quaisquer outros objetos. As visitas ocorrerão por um período máximo de duas horas (das nove às onze horas e das 13 às 15 horas).

Serão divididas entre os finais das matrículas dos ree­ducandos (pares e ímpares) e mediante divisões de pavilhões (pares e ímpares). Os presí­dios em que os pavilhões são divididos por letras seguem as mesmas regras, considerando como pares os pavilhões B, D, F, H, J e L e ímpares os pavi­lhões A, C, E, G, I, K e M.

Os Centros de Ressociali­zação, Hospitais de Custódia e Alas de Seguro serão consi­derados como pavilhão único, sendo as visitas realizadas em finais de semana intercalados: aos sábados, com reeducandos com matrículas que possuem um final ímpar, e domingos matrículas com final par.
Pereira ainda pontua que embora os protocolos de segu­rança sejam cumpridos, as vi­sitações podem ser suspensas novamente. ‘’A visitação em determinada unidade poderá ser suspensa temporariamen­te, diante da presença novos casos de coronavírus’’, finaliza.

Mais notícias

Obra em praça vai custar R$ 435,5 mil

Redação 1

Doria e Garcia visitam Ribeirão Preto em campanha pelas prévias

Redação 1

Covid: RP está há 4 dias sem mortes

Redação 1

Policiais salvam bebê engasgado no Jardim Helena, em Ribeirão Preto

Redação 3

EUA usam pela 1ª vez rim de porco em humano; USP testa

Redação 1

Regras para os ‘food trucks’

Redação 1
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com