Aérea de Ribeirão Preto - Foto JF Pimenta

O Tribuna Ribeirão relembra o que políticos, empresários e especialistas disseram durante o ano passado

Fotos – arquivo Tribuna

Dois anos comandando a cidade

Prefeito Duarte Nogueira

“O custo da máquina pública de Ribeirão Preto é o terceiro mais caro per capita do Estado. Foi resultado de aumentos acima da capacidade da cidade poder conceder. Dezenas de benefícios que foram dados ao longo de décadas, sem o devido planejamento do impacto em longo prazo. Mas essa é uma situação instalada. Ninguém vai tirar direito adquirido de ninguém, mas daqui pra frente será diferente para que os prefeitos que venham assumir a partir de mim não sofram as dificuldades que a cidade de Ribeirão Preto está sofrendo e que poderiam ser evitadas se tivéssemos governos mais austeros no passado”.

 

Líder do MDB no Congresso

Deputado federal Baleia Rossi

“Vou continuar trabalhando muito pela Saúde, contribuindo para melhorar os atendimentos das Santas Casas e hospitais de câncer. Essa é a forma que tenho de ajudar as pessoas mais simples, representando a nossa região e todo o Estado na Câmara Federal. Em uma eleição com poucas reeleições, estou muito feliz em ter a confiança dos paulistas para continuar meu trabalho e graças a Deus aumentar minha votação”.

 

No comando da ACIRP

Presidente Dorival Balbino

“O Poder Legislativo no Brasil, e não apenas em Ribeirão Preto, se preocupa mais com suas questões internas e em se perpetuar no poder do que com as necessidades do município. Temos, por exemplo, o problema gravíssimo dos supersalários que a casa ainda não enfrentou como deveria. Há anos o IPM é uma bomba relógio, mas a Câmara, como fiscalizadora do Executivo, não tomou providências. Como presidente da ACIRP não posso me calar diante destes problemas que atingem nossos associados. Mas é claro que esta não é uma postura de toda a legislatura. Temos excelentes vereadores, interessados em deixar uma cidade melhor. Executivo e Legislativo precisam atuar juntos em favor de Ribeirão Preto”.

 

O novo presidente da Câmara

Vereador Lincoln Oliveira

“Meu relacionamento com o prefeito é republicano. Uma relação absolutamente normal e respeitosa. Logo após a eleição o prefeito me ligou parabenizando pelo resultado. O que for bom para a cidade nós vamos apoiar. Ribeirão está acima de tudo e oposição bem feita é saudável para a cidade, reflete em melhor qualidade nos serviços públicos. É melhor para o município um vereador fiscalizador do que bajulador”.

 

O promotor da Educação

Promotor Naul Felca

“Violência e drogadição são problemas complexos que exigem múltiplas intervenções por diversas vertentes, com ênfase na conscientização, prevenção, mediação de conflitos e atendimento dos envolvidos em rede, como áreas da saúde e assistência social, entre outras, além da policial. Não há fórmula mágica, única e de eficácia absoluta, sempre lembrando a grande probabilidade de reiteração”.

 

A única mulher eleita na cidade

Vereadora Gláucia Berenice

“O PSDB não tem muito o perfil popular. Sou uma liderança nova, evangélica, mulher, negra, da periferia. Caminho, normalmente, onde o partido pouco vai. Acho que não chego a ser um patinho feio, estou mais para uma estranha no ninho, no máximo.”

 

Eleita pelo Partido Democrático Trabalhista com 264.450 votos

Deputada Tabata Amaral

“De modo geral, minhas convicções são muito diferentes das convicções do governo Bolsonaro, quando a gente fala sobre educação, meio ambiente, direito das mulheres, só para dar alguns exemplos. Então, pra mim é muito evidente que em questões muito importantes eu serei oposição. Mas pra mim é importante tomar o cuidado de ser oposição a ideias, e não a um governo, e não a um país como um todo. No que fizer sentido, onde houver convergência eu não farei oposição burra, claro quero apoiar da melhor maneira. Mas, dado os posicionamentos recentes, eu imagino que em grande parte das questões, eu serei sim oposição e uma oposição não apenas nas ideias, mas a toda ignorância que vem junto dela e também à negligência com algumas causas importantes.”

 

De olho no transporte público

Marcos Papa

“Há indícios de prevaricação porque estamos falando de dinheiro público. A situação das cantinas nos terminais urbanos é ilegal e a Prefeitura não vem agindo com a força que deveria agir. Espero que o Ministério Público aja com urgência. É um particular que está explorando esses espaços públicos, sem autorização do Legislativo e sem concorrência. A partir de um processo legal, essa receita deve, inclusive, ser contabilizada como acessória de modo a baratear o preço da passagem”.

 

Novo presidente da OAB Ribeirão

Luiz Vicente Correa

“A OAB local precisa se fazer mais presente na vida profissional do advogado. Percebo um distanciamento muito grande entre a instituição e a advocacia. Sabemos que a entidade não é somente o prédio bonito, bem construído. A OAB deve pensar no exercício profissional da advocacia para um futuro próximo diante de novos instrumentos de atuação profissional. Hoje ela age como se estivéssemos ainda vivendo o processo no século passado. O tempo é outro, processo digital, rede social e outras formas de comunicação”.

 

Cuidando do social

Guido Desisnde Filho – secretário de Assistência Social

“Assim evitaremos a sobreposição de ações e combateremos alguns atos ruins da população como “dar esmolas”, incentivar o trabalho infanto-juvenil por meio de aquisição de produtos em sinaleiros, ainda que com boa intenção, distribuir vestuários, alimentos e outros serviços e produtos de forma aleatória. Essa desconexão promove a concentração de usuários num mesmo local, criando problemas a livre circulação e segurança da população, e alimentando o comodismo, repetimos e o desinteresse em encaminhamentos mais adequados a proteção social.”

 

Fim de mandato como presidente

O ex-presidente Igor Oliveira

“Até o momento, desconheço a intenção em se manter 27 parlamentares na próxima legislatura. Mas, se houver, serei contra. Nós temos que dar o exemplo da mudança, de novos tempos e jamais quebrar a confiança daqueles que nos elegeram. Essa Legislatura precisa e vai entrar para a história como aquela que quebrou paradigmas”.

 

Rafael Silva, em busca de investimentos

Deputado estadual Rafael Silva

 “Estou muito feliz com a vitória e com a convicção de que teremos muito trabalho pela frente. Infelizmente, candidatos de ‘fora’ tiveram votos expressivos por aqui, o que achatou a chance de Ribeirão ter mais representantes na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal. Nossa luta para trazer investimentos para cá, para nossa região, continua”.

 

Mais um mandado na Assembléia Estadual

Deputado estadual Léo Oliveira

“Foi uma eleição onde houve alto índice de renovação, e eu consegui ser reeleito. Isso mostra reconhecimento dos resultados que obtive através do trabalho para toda nossa região. Fiquei honrado. Uma pena, apenas, os poucos deputados da nossa região que foram eleitos. Isso tira nossa representatividade. Meu maior compromisso é seguir minha atuação com fiscalização intensa ao Poder Público, eficiência e, fundamentalmente honestidade, que são as obrigações de nós agentes públicos”.

(Fotos: JF Pimenta)