‘Plantação de casas’ em RP

0
173
JF PIMENTA

Segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geo­grafia e Estatística (IBGE), divulgadas no final de agosto, o número de habitantes em Ribeirão Preto é de 711.825 (aumento de 1,21% em rela­ção ao número estimado em 2019, que era de 703.293).

Projeção da Fundação Se­ade, em 2019, mostrava que Ribeirão Preto contava com 238.787 domicílios (média, 3,1 pessoas por moradia). No en­tanto, o déficit habitacional na cidade é de 30.423 imóveis, se­gundo levantamento realizado pela prefeitura e que consta no estudo realizado para o Plano Local de Habitação de Interes­se Social (PLHIS).

Construtoras de olho déficit habitacional na cidade, que é de 30.423 imóveis

De olho nesse mercado, projetos de moradias popula­res, intermediárias e de luxo estão sendo alavancados em Ribeirão Preto. Nos quatro cantos da cidade, observam­-se projetos implantados. São condomínios na zona Sul, lo­tes urbanizados na zona leste, e moradias populares com apartamentos ou casas nas zonas Oeste e Norte.

“Ribeirão Preto é uma cidade diferenciada. Um polo de desenvolvimento e é sem dúvida um mercado a ser trabalhado. Os números indicam isso”, diz Eduardo Quintella, superintendente da construtora Direcional, uma das maiores do país, que desembarcou na cidade há poucas semanas.

Novos empreendimentos estão espalhados pela cidade

“Decidimos investir na cidade porque temos ótimas expectativas sobre as opor­tunidades que Ribeirão Preto e região oferecem. Apesar do momento atual decorrente da crise gerada pela pandemia da covid-19, vemos uma ci­dade dinâmica capaz de im­pulsionar a retomada econô­mica”, finaliza.

Construtora chega a RP com expectativas longo prazo
Listada na Bolsa de Valores, no mais alto nível de governança, e atuante em 13 estados do Brasil, a a Direcional Engenharia chega a Ribeirão com as expectativas de longo prazo que o mercado imobi­liário da região oferece à construção civil.

A empresa inaugurou um escritório administrativo junto a uma Central de Vendas na Rua Couto Maga­lhães, 120 – Alto da Boa Vista, e já fez as primeiras contratações para equipe própria e de corretores associados. Além disso, iniciou os trabalhos para o lançamento do seu primeiro empreendimento na cidade, projeto voltado ao perfil de grupo 2 do progra­ma Casa Verde Amarela (antigo Minha Casa, Minha Vida), com valor geral de vendas de R$ 65 milhões, na região de Macaúba, zona Norte da cidade.

Inovação e Eficiência
Por meio de uma estrutura verticalizada, a Direcio­nal atua de forma coordenada e integrada em todas as fases da atividade de incorporação e construção imobiliária, abrangendo desde a fase de prospecção e aquisição de terrenos até a construção e comer­cialização das unidades incorporadas.

Sem desperdícios
“Um dos diferenciais da Direcional é seu método construtivo, que assegura produtividade em larga escala, rigoroso controle de custo e ganhos de eficiência”, afirma Eduardo Quintella.

As obras são realizadas à partir de um método industrializado capaz de construir duas torres, da fundação até o acabamento, em até 45 dias. Elimina desperdícios, permite a criação de cantei­ros de obras com as mesmas características em qualquer lugar do Brasil e facilita a capacitação dos trabalhadores locais de maneira eficiente na própria obra.

O projeto na região Macaúba contemplará 10 torres e 460 apartamentos, com valor aproximado de R$ 137 mil.

Direcional vai construir 10 torres de apartamentos no início de 2021 na zona Norte de Ribeirão Preto

Geração de empregos
A estimativa da Direcional é gerar mais de 500 empregos na cidade ao longo das primeiras obras, previstas para início do próximo ano.

As contratações devem começar em outubro. De acordo com a empresa, não será necessário expe­riência no ramo, pois haverá curso de capacitação.

Comentários