Foto: João Camargo

Os dois suspeitos, de 23 e 35 anos, já se encontravam presos por outros crimes

A Polícia Civil cumpriu mandados de prisão contra dois homens, de 23 e 35 anos, identificados como os responsáveis pela morte de um mototaxista em Ribeirão Preto.

A ação ocorreu na terça-feira, 11 de maio, em unidades prisionais nas cidades de Avaré e Marília, onde os suspeitos já se encontravam presos por outros crimes.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), as investigações iniciaram assim que a Polícia Civil foi cientificada do desaparecimento da vítima, em novembro de 2018.

Na ocasião, o mototaxista estava com sua família em seu apartamento, no Jardim João Rossi, quando saiu para conversar com dois indivíduos e não voltou. Por meio das atividades policiais foi possível verificar que a vítima, na verdade, havia sido morta.

Os trabalhos investigativos também apontaram os autores do crime, que estariam envolvidos com uma facção. Com isso, foi solicitada e acatada pela Justiça a prisão preventiva de ambos em decorrência dos crimes de homicídio consumado e qualificado, ocultação de cadáver e organização criminosa.

As ordens judiciais foram cumpridas nas duas unidades prisionais onde os suspeitos já se encontravam detidos por outros delitos. A investigação foi realizada pela 3ª Delegacia de Homicídios da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Ribeirão Preto.