Possível novo empresário de Britney Spears cuidava da carreira de Michael Jackson quando cantor faleceu

0
23

A cada dia que passa, mais detalhes sobre a disputa pela conservadoria de Britney Spears começam a surgir pela internet e depois do pedido do advogado da cantora de retirar James Spears totalmente da posição de co-tutor, mais informações sobre a mudança de empresário da carreira da cantora apareceram. E os fãs não consideram positivas.

Lou Taylor, longo empresário de Britney Spears, deixou o cargo sem nenhum aviso prévio e o pai da cantora, atual tutor de sua conservadoria e por isso toma as decisões acerca de sua carreira, escolheu então Michael Kane para empresariar a carreira de Britney.

O que os fãs da cantora posteriormente descobriram é que Michael Kane era o empresário de Michael Jackson na época que o cantor faleceu. Segundo documentos obtidos e publicados nas redes sociais, Kane pressionava Michael Jackson a se apresentar no que seria a “This Is It Tour” 5 dias antes do cantor ser encontrado morto.

O advogado de James, Jeryll Cohen, também está envolvido no caso da morte de Michael Jackson.

A conservadoria de Britney Spears dá o que falar há anos. A medida foi tomada após os famigerados surtos psicológicos da cantora, em 2007, para proteger a fortuna e patrimônio da cantora e das empresas envolvidas com seus trabalhos.

Com o pai de Britney, James, como tutor, ele ficou responsável por tomar as decisões da carreira da cantora e com esse papel, recebe um ótimo salário.

Hoje, a conservadoria está em disputa judicial para eleger como tutor uma empresa especializada que seja, de certa forma, neutra e possa tomar decisões em favor de Britney Spears, de sua vida e de sua carreira, sem necessariamente intensões financeiras por trás, que é o que os fãs da cantora acusam seu pai de fazer.

Via Portalpopline

Comentários