Jornal Tribuna Ribeirão
Esportes

Precisando vencer e com diversos desfalques, Botafogo duela com o Criciúma

JOÃO VICTOR MENEZES/AGÊNCIA BOTAFOGO

Sem margem para erros. É assim que o Botafogo entra em campo neste sábado (11) para encarar o Criciúma. Precisan­do vencer para seguir com chances matemáticas de clas­sificação para a próxima fase, o time do técnico Argel Fuchs tenta escrever uma nova histó­ria dentro da competição.

Entretanto, para o con­fronto, os problemas do Tri­color começam fora do cam­po. Por diversos motivos, o Tricolor tem 11 desfalques para a partida. Emerson, Ra­fael Tavares e Luketa cum­prem suspensão, enquanto Gustavo Xuxa, Matheus San­tos e Wesley estão no depar­tamento médico. Já Hélio Paraíba e Rayan estão na fase final de transição.

Dudu Hatamoto e Caio de Luna, que está inscrito na Série C, mas não vem sendo utilizado, testaram positivo para a Covid-19 e estão fora. O outro desfalque botafo­guense é definitivo. O ata­cante Neto Pessôa, artilheiro e capitão do Pantera, acer­tou sua transferência para o Remo, que disputa a Série B, e não joga mais pelo clube.

A única novidade é o meia-atacante Arthur, de 17 anos, que foi convocado pela segunda vez na competição.

Mais jovem do elenco, Ar­thur já disputou um jogo pela equipe profissional –atuou du­rante seis minutos no empate contra o Red Bull Bragantino, pelo Campeonato Paulista.

Desta forma, o Botafo­go deve ter um time bastan­te modificado para o duelo frente ao Tigre. A tendência é que o Tricolor comece a par­tida com a seguinte escalação: Igor Bohn, Diego Guerra, Fa­bão e Pará; Caetano, John e Walter; Bruno Santos, Rafael Marques e Ariel.

Argel confiante
O treinador Argel Fuchs de­monstrou confiança e afirmou que o Botafogo buscará a vitó­ria diante do Criciúma neste sábado (11), às 19h, no Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, pela 16ª rodada do Campeona­to Brasileiro da Série C.

Atualmente, o Tricolor ocupa a quinta posição com 20 pontos, contra 26 do Cri­ciúma, quarto colocado e que hoje seria o último classifica­do para a segunda fase.

“Eu acredito e os jogado­res também acreditam. Esta­mos representando uma ins­tituição centenária e vamos buscar a vitória para conti­nuar com chances de classi­ficação. Nossos jogadores já demonstraram que são capa­zes”, disse o treinador Argel Fuchs na véspera do duelo contra a equipe catarinense.

“Respeitamos o Criciúma, que tem uma boa equipe, mas sabemos também da nossa qua­lidade e vamos montar um time para buscar a vitória dentro de uma estratégia de jogo e de for­ma organizada”, acrescentou o comandante botafoguense.

Em relação aos desfal­ques, o treinador lamentou não poder mais uma vez con­tar com força máxima, mas reiterou a qualidade do gru­po botafoguense.

“Realmente não conse­guimos repetir a mesma es­calação neste segundo turno, porém, confiamos muito nes­te grupo, que é homogêneo. Podemos construir uma nova história na competição com uma vitória”, afirmou.

Mais notícias

Leão deve emprestar dupla para o Uberaba

Redação 1

Artilheiro do Pantera pede apoio da torcida

Redação 1

Fórmula 1 e NBA acertam parceria de conteúdo durante o GP dos Estados Unidos

Redação 1

Campeã no Corinthians, Katiuscia define comunidade LGBT+: ‘Autonomia e liberdade’

Redação 1

Após eliminação, jogadores do sub-23 podem reforçar Santos no Brasileirão

Redação 1

Sylvinho improvisou na lateral e agora pode usar volante na defesa do Corinthians

Redação 1
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com