JF PIMENTA/ARQUIVO

A prefeitura de Ribeirão Preto vai abrir na próxima segunda-feira, 2 de agosto, as inscrições para novo con­curso público. O edital foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) desta quarta-feira, 28 de julho. As pessoas com nível de educa­ção médio e superior podem se cadastrar no site da Vu­nesp (www.vunesp.com.br).

O concurso contempla nove áreas diferentes. São 62 vagas para auxiliar farmacêu­tico, técnico em laboratório de análises clínicas, biólogo, con­tador, engenheiro de seguran­ça do trabalho, especialista em ciências ambientais, médico clínico geral, agente de fiscali­zação e agente de administra­ção. A prova será realizada em 17 de outubro, no período da manhã, em Ribeirão Preto.

A organização está sob a responsabilidade da Fun­dação para o Vestibular da Universidade Estadual Pau­lista (Vunesp). Para o secre­tário da Administração, An­dré Morais, a realização do certame cumpre o papel da eficiência na administração pública. “Estamos atenden­do a demanda do município e garantindo qualidade nos atendimentos prestados à po­pulação”, destaca.

As taxas para inscrição para este processo seletivo da prefeitura de Ribeirão Preto são de R$ 49,50 para nível médio e R$ 69,50 para nível superior. O edital completo do concurso público pode ser acessado pelo no link (https://www.ribeiraopreto. sp.gov.br/concurso/prefeitu­ra). Os salários variam de R$ 2.790,78 a R$ 5.929,33.

Saiba são as 62 vagas disponíveis
– Auxiliar de farmacêutico (cin­co vagas) – Será exigido ensino médio completo e experiência de um ano em farmácias públi­cas ou privadas ou cursos de formação relacionados à área de farmácia. A carga horária é de 30 horas semanais e o salário­-base de R$ 2.790,78 e vale-ali­mentação de R$ 663.

Técnico em laboratório de análises clínicas (cadastro reserva) – Será exigido ensino médio completo e curso técnico ou de nível superior que habilite o profissional a trabalhar em la­boratório e registro profissional na forma da lei. A carga horária é de 40 horas e o salário-base de R$ 3.032,70 e vale-alimenta­ção R$ 884.

– Biólogo (duas vagas) – Será exigido ensino superior com­pleto, bacharelado ou licen­ciatura em biologia e registro profissional na forma da lei. A carga horária é de 20 horas e o salário-base de R$ 4.388,29 e vale-alimentação de R$ 442.

– Contador (uma vaga) – Será exigido ensino superior com­pleto em ciências contábeis e registro profissional na forma da lei. A carga horária é de 20 horas e o salário-base de R$ 4.388,29 e vale-alimentação de R$ 442.

– Engenheiro de segurança do trabalho (uma vaga) – Será exigido ensino superior comple­to em engenharia, com especia­lização em segurança do trabalho e registro profissional na forma da lei. A carga horária é de 20 horas e o salário base de R$ 4.815,15 e vale-alimentação de R$ 442.

– Especialista em ciências ambientais (duas vagas) – Será exigido ensino superior com­pleto em engenharia ambiental; engenharia florestal; biologia ou gestão ambiental e registro profissional na forma da lei. A carga horária é de 20 horas e o salário-base de R$ 4.388,29 e vale-alimentação de R$ 442.

– Médico clínico geral (dez vagas) – Será exigido curso su­perior completo em Medicina e registro profissional na forma da lei. A carga horária é de 20 horas e o salário-base de R$ 5.929,33 e vale-alimentação de R$ 442. – Agente de fiscalização (seis vagas) – Será exigido ensino médio completo. A carga horária é de 40 horas e o salário-base de R$ 2.972,04 e vale-alimenta­ção de R$ 884.

– Agente de administração (35 vagas) – Será exigido ensino médio completo. A carga horária será de 40 horas e o salário-ba­se de R$ 2.790,78 e vale-ali­mentação de R$ 884.