Presos pintam escolas em RP e Sertãozinho

0
35
MARCOS LIBÓRIO/SAP

Presos que cumprem pena no regime semiaberto, no Cen­tro de Progressão Penitenciária (CPP) de Jardinópolis, revitali­zaram três escolas no período de férias escolares. A ação faz parte do programa Via Rápida Expresso, que oferece capacita­ção na área de pintura de pré­dios públicos aos internos.

Ao todo, 50 reeducandos pintaram a Escola Munici­pal de Ensino Fundamental (Emef) Professor Doutor Jai­me Monteiro de Barros, na rua Pirassununga nº 1.100, no Jardim Aeroporto, e o Centro Municipal de Educação Infan­til (Cemei) Virgílio Salata, na rua Japurá nº 965, no Alto do Ipiranga, ambos na Zona Nor­te de Ribeirão Preto.

A Emef Professor Jaime Monteiro de Barros é a mesma de onde um garoto de seis anos de idade saiu sozinho, na quar­ta-feira (12), andou 1,5 quilô­metro pela marginal da Rodovia Anhanguera (SP-33) e só foi en­contrado uma hora depois, em um posto de combustíveis.

Outros 25 detentos deram “cara nova” à Escola Municipal de Ensino Infantil e Funda­mental (Emeif) Prefeita Maria Neli Mussa Tonielo, que fica no bairro Jardim Campo Alegre, em Sertãozinho, na Região Me­tropolitana de Ribeirão Preto.

Programa
Os reeducandos foram ca­pacitados em pintura por meio do “Via Rápida Expresso”. O programa é resultado de uma parceria entre as secretarias es­taduais da Administração Pe­nitenciária (SAP) e de Desen­volvimento Econômico (SDE).

O treinamento possui dois módulos, divididos em 25 ho­ras de aula teórica e 75 horas de prática. Além de aprender uma nova profissão, os presos envolvidos no projeto têm re­mição de pena – a cada três dias de curso, é remido um dia da condenação.