Projeto debate obra de Dino Buzzati

0
12

Nesta última semana de fevereiro, a Fundação do Li­vro e Leitura de Ribeirão Preto oferece duas atividades gratuitas dentro do projeto “40tena Cultural”. A progra­mação começa nesta quinta­-feira, dia 25, com a segunda aula da oficina “Educação pela pedra: poesia como ca­minho para a mudança”, com o poeta performático Daniel Minchoni, das 19h30 às 21 horas – apenas para inscritos.

Já no sábado (27), os par­ticipantes do Clube do Livro se reúnem para discutir a obra “O Deserto dos Tárta­ros”, de Dino Buzzati (1906- 1972), das 16 às 18 horas. O link é https://us02web.zoom.us/j/85776154392 e também está disponível na BIO do Instagram da Funda­ção do Livro e Leitura de Ri­beirão Preto.

Todas as atividades são gratuitas, online e abertas à população. Na segunda aula da oficina “Educação pela pedra: poesia como cami­nho para a mudança”, Daniel Minchoni abordará o tema slam. “Será uma atividade com dinâmicas, envolvendo a produção de poesia para mostrar como o slam empo­derou e envolveu todas as ge­rações”, comenta Minchoni.

Para ele, as oficinas são voltadas para a experimen­tação e o processo é sempre muito produtivo. “É onde conheço pessoas e as produ­ções locais”, destaca. Para esta atividade só pode participar quem já se inscreveu e con­cluiu a primeira aula, realiza­da na semana passada, pois é uma oficina sequencial e com emissão de certificado.

Clube do Livro
No próximo sábado (27) acontece mais um encontro mensal do Clube do Livro, às 16 horas. A atividade deste mês discutirá a obra do escri­tor italiano Dino Buzzati: “O Deserto dos Tártaros”. Co­ordenado pela bibliotecária Gabriela Pedrão, o encontro acontecerá através da plata­forma de reuniões Zoom.

O romance “O Deserto dos Tártaros”, publicado ori­ginalmente em 1940, é con­siderado uma obra-prima do autor Dino Buzzati e uma das melhores obras do século XX. “É uma história intros­pectiva, que combina muito com o que estamos vivendo hoje em dia. E ele já estava nos nossos livros seleciona­dos desde o ano passado”, co­menta Gabriela Pedrão.

Segundo a curadora do Clube do Livro, durante a história, o autor destaca o processo da espera e faz um debate sobre o real entendi­mento dos desejos e sonhos na vida. “É uma obra impor­tante por vivermos em um momento de introspecção”, alerta Gabriela.

A agenda de 2021 do Clube do Livro
Dia 27 de março
Obra: “Sobre os Ossos dos Mortos”
Autora: Olga Tokarczuk
Dia 17 de abril
Obra: “A Vida pela Frente”
Autor: Romain Gary (1914-1980)
Dia 29 de maio
Obra: “Torto Arado”
Autor: Itamar Vieira Junior
Dia 26 de junho
Obra: “A Filha Perdida”
Autora: Elena Ferrante
Dia 31 de julho
Obra: “Flores para Algernon”
Autor: Daniel Keyes (1927-2014)
Dia 28 de agosto
Obra: “Ciranda de Pedra”
Autora: Lygia Fagundes Telles
Dia 25 de setembro
Obra: “A Peste”
Autor: Albert Camus (1913-1960)
Dia 30 de outubro
Obra: “O Olho mais Azul”
Autora: Toni Morrison (1931-2019)
Dia 27 de novembro
Obra: “A Trégua”
Autor: Mario Benedetti (1920-2009)
Dia 11 de dezembro
Obra: “As Cidades Invisíveis”
Autor: Italo Calvino (1923-1985)