Projeto leva conhecimento para comunidades de baixa renda

0
23

Quatro projetos com so­luções inovadoras sobre edu­cação financeira, empodera­mento feminino e economia circular estão sendo realizados pela Companhia Paulista da Força e Luz CPFL-Energia, concessionária de energia elé­trica que atua no interior do estado de São Paulo. Eles estão sendo realizados nas cidades de Campinas, Ribeirão Preto e São Vicente e têm como obje­tivo beneficiar comunidades de baixa renda. A iniciativa é uma parceria com o Quintessa, uma aceleradora de negócios de im­pacto que há dez anos apoia e trabalha em conjunto com em­presas na solução dos desafios sociais e ambientais.

Os projetos implantados – O Poupa Certo é um aplicativo que tem ajudado os moradores do bairro Borbagato, em Cam­pinas, a desmistificar a tarefa de guardar dinheiro. Ele ofe­rece uma experiência digital de educação financeira e pro­move acesso e uso eficiente dos serviços financeiros indicados para cada perfil. A iniciativa já ajudou mais de 5 mil pessoas a melhorar sua saúde financeira, além de influenciar compor­tamentos ligados à eficiência energética e a inadimplência.

O “Se Vira Mulher” capacita mulheres com conhecimentos técnicos e práticos para empre­enderem na área de serviços de manutenção elétrica residencial. Além de empoderamento fe­minino e da geração de renda, o projeto possibilita que elas te­nham um novo ofício profissio­nal. Mais de 120 alunas já passa­ram pelo curso nas cidades de Campinas e Ribeirão Preto.

Outro projeto é o Bioci­cla que transforma costurei­ras em empreendedoras com consciência ambiental e es­pecializadas em tratamento dos uniformes de eletricistas da CPFL em Ribeirão Preto, Campinas e São Vicente.

O processo seletivo teve início em agosto de 2020. Todas as soluções inscritas foram avaliadas e, em um primeiro momento, aquelas com maior potencial foram selecionadas. Na sequência, quatro foram escolhidas para realizar a ação piloto. Os se­lecionados receberam R$ 200 mil – dividido entre eles – para implementação, suporte e mentoria do Quintessa e da CPFL. Além disso, as empre­sas puderam criar um relacio­namento, networking e gerar impacto positivo nas comuni­dades onde a soluções foram implementadas.

Os recursos do Programa de Eficiência Energética vêm do valor arrecadado nas con­tas de energia elétrica, seguin­do determinações da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Esses recursos vol­tam para a sociedade por meio de projetos que buscam pre­servar os recursos naturais e promover o uso consciente da energia, evitando o desperdício. A CPFL Energia investiu, em 2020, R$ 164 milhões em proje­tos de eficiência energética nas cidades de sua área de atuação.

Famílias podem se beneficiar com tarifa social na conta de luz
Cerca de 36 mil pessoas das regiões de Ribeirão Preto e Franca que ainda não se cadastraram podem se beneficiar da tarifa social na conta de luz, segundo a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) Em 2020, 62 mil pessoas aderiram ao programa.

Para ter direito ao benefício o cliente tem que ter renda de até meio salário mínimo e ser beneficiário de algum programa do Governo Federal, como o Bolsa Família. Quem não é contemplado por projetos da União precisa procurar a assistência social do município em que mora. Os descontos da tarifa social funcionam de maneira cumulativa e chegam a 65%, de acordo com a faixa de consumo. Além de atender aos requisitos, para conseguir o benefício é preciso fazer o cadastro no site da concessionária ou pelo aplicativo “CPFL Energia”.

Dados da Companhia revelam os potenciais beneficiários da ta­rifa social na região. Em Ribeirão Preto são 6.181, em Franca 3.251, em Sertãozinho: 1.758, em Jaboticabal: 1.450, em Bebedouro 1.265, em Batatais 1.093, em Taquaritinga 895, em Ituverava 665, em Morro Agudo: 626 e em Miguelópolis 586.

DESCONTOS DA TARIFA SOCIAL
Desconto de 65%…………….para os primeiros 30 kWh consumidos no mês
Desconto de 40%………………………..para o consumo de 31 a 100 kWh/mês
Desconto de 10%…………………….para consumo entre 101 e 220 kWh/mês