Projeto recebe fotos e textos da pandemia

0
25
@NETADEDORALICE

O projeto fotográfico “Retratos do Confinamen­to (Photos of Confinement) – Uma leitura dos pensa­mentos, emoções e desejos durante os cotidianos da qua­rentena” está recebendo fo­tos, por meio de sua conta no Instagram (instagram.com/ photosofconfinement), para a realização de uma exposi­ção de imagens e textos que discutam pensamentos, emo­ções e desejos presentes no cotidiano de brasileiros e es­trangeiros, durante o período de quarentena, ocasionada pela pandemia da covid-19.

A conta foi criada em Inglês com vistas a interna­cionalizar o projeto. Os in­teressados em participar do projeto devem enviar suas fotos e textos, via direct do Instagram, na conta do pro­jeto, em instagram.com/pho­tosofconfinement, até 31 de março. As imagens devem incluir o nome do autor, um título e, se possível, um tex­to expressando sentimentos, emoções e desejos que se re­lacionam com a fotografia.

As fotos enviadas devem abarcar aspectos e temáticas relacionados ao confinamen­to, e podem ou não ser acom­panhadas pelo texto. Serão aceitos textos em português, inglês, espanhol, francês, ita­liano e japonês; caso o texto seja mais longo que duas pá­ginas, apenas trechos serão postados.
Os critérios para seleção do material enviado são foto­grafias tomadas entre os anos de 2020 e 2021, aderência, pertinência e relevância em relação ao tema da pande­mia/confinamento durante o período de 2020-21, compo­sição fotográfica e qualidade do texto. Dúvidas podem ser esclarecidas diretamente pela conta instagram.com/photo­sofconfinement.

Sobre o projeto
O projeto fotográfico foi lançado no início da pande­mia, pela comunidade “Fo­tógrafos MBI”, criada pelo professor Cesar Alves Ferra­gi, do Departamento de Geo­grafia, Turismo e Humanida­des (DGTH-So) do campus Sorocaba da Universidade Federal de São Carlos (UFS­Car), juntamente com estu­dantes do curso de pós-gra­duação lato sensu Master in Business Innovation (MBI) da Universidade.

“As imagens, de múltiplos autores, contrastam aspectos do cotidiano de pessoas que vivem em zonas urbanas e ru­rais, sugerindo uma narrativa ao longo do ensaio fotográfi­co a respeito da diversidade humana, do emaranhamento do pensar, do sentir e do que­rer provocado pelo confina­mento”, diz o docente.

Para compor uma expo­sição fotográfica, serão se­lecionadas 37 imagens, que poderão ser vistas no saguão da Biblioteca Comunitária (B-So) do campus Sorocaba da UFSCar. O projeto é vin­culado à Pró-Reitoria de Ex­tensão (ProEx) da UFSCar e a curadoria inicial conta com o apoio voluntário de Marina Pinheiro Kluppel, discente do MBI do Campus Sorocaba da Instituição.