Jornal Tribuna Ribeirão

Projeto S abre última etapa

© Rovena Rosa/Agência Brasil

O Projeto S terá a sua quar­ta e última etapa de sorologia realizada nos dias 14, 15, 21 e 22 de maio na cidade de Serra­na, na Região Metropolitana de Ribeirão Preto. O objetivo do estudo é avaliar a imunidade dos voluntários para covid-19 após um ano da aplicação de duas doses da Coronavac, va­cina produzida pelo Instituto Butanta- em parceria com a biofarmacêutica chine­sa Sinovac. Os interessados devem se dirigir a qualquer uma das escolas onde ocor­reu a vacinação, para coleta de amostra de sangue, entre oito horas e 16h30.

Assim como na segunda e terceira fases da sorologia, é obrigatório que o voluntário tenha participado da primei­ra etapa do projeto. O estudo vai estimar e comparar a imu­nização para Sars-CoV-2 de adultos e idosos de Serrana, analisar quanto tempo dura a imunidade e avaliar a respos­ta imune celular. A pesquisa também pretende observar o processo de envelhecimento do sistema imunológico, que pode interferir na forma como o organismo combate o vírus à medida que o tempo passa.

“A colaboração dos vo­luntários que, gentilmente, se dispuseram a fazer parte do estudo é fundamental para que os pesquisadores avaliem o impacto do imunizante no controle da pandemia e na transmissão do Sars-CoV-2. Com a participação da popu­lação, será possível mostrar como a imunidade gerada pela vacinação se comporta ao longo do tempo e, dessa forma, nortear o enfrenta­mento da pandemia”, ressalta o coordenador da etapa de sorologia do Projeto S, Gus­tavo Volpe.

“Sendo assim, é muito im­portante que as pessoas que fazem parte do estudo retor­nem para realizar esta última coleta com doze meses após a vacinação inicial.” Os resulta­dos individuais estarão dispo­níveis para os participantes em 30 dias e deverão ser utiliza­dos em novos estudos sobre a transmissão do Sars-CoV-2 e a definição de políticas públicas para o seu controle.

“O entendimento do com­portamento de longo prazo da imunogenicidade é fundamen­tal para se programar futuras doses de vacina e o calendário vacinal. Um estudo realiza­do no contexto da população brasileira para esse fim será de grande valia para os gestores de saúde e para a comunida­de científica”, destaca Volpe.

A convocação da popula­ção acontece nos mesmos mol­des das etapas anteriores: carro de som pelas ruas da cidade e envio de SMS. Isso já ocorreu na quarta (11) e nesta quinta­-feira (12) e está programado para acontecer dias 18 e 19 de maio. Os participantes devem ter 18 anos ou mais e precisam levar um documento de iden­tificação com foto e, se possí­vel, a carteirinha de vacinação ou o cartão do Projeto S no dia da coleta de sangue.

A imunização de toda a população adulta do municí­pio de Serrana com a vacina Coronavac, do Butantan, fez os casos sintomáticos de co­vid-19 despencarem 80%, as internações, 86%, e as mortes, 95% após a segunda vacinação do último grupo. Os resulta­dos também mostraram que a imunização protege tanto os adultos que receberam as duas doses da vacina quanto as crianças e adolescentes com menos de 18 anos, que não fo­ram vacinados.

Escolas para coleta de amostras de sangue
– EE Jardim das Rosas
– EE Professora Neusa Maria do Bem
– Emef Professora Dilce Gonçalves Netto França
– Emef Professor Edésio Monteiro de Oliveira
– Emef Paulo Sérgio Gualtieri Betarello
– Emef Professora Maria Celina Walter de Assis
– Emef Professora Dalzira Barros Martins
– Emef Jardim Dom Pedro I

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
AllEscort