JF PIMENTA/ ARQUIVO TRIBUNA

A prefeitura de Ribeirão Pre­to, por intermédio da Secretaria Municipal da Educação, abriu processo seletivo para contratar, em caráter emergencial, edu­cadores para várias funções de professor do ensino básico (PEB I, II e III) das disciplinas de Arte, Ciências Físicas e Biológicas, História, Geografia, Inglês, Lín­gua Portuguesa, Matemática e Professor de Atendimento Edu­cacional Especializado (AEE).

No entanto, a pasta não divul­gou o número de vagas e quantos professores serão contratados em caráter emergencial, mas o site da empresa responsável indica que 9.585 educadores estão inscritos para a prova objetiva, que será rea­lizada neste domingo, 19 de maio. PEB I (aulas para crianças de zero a três anos, educação infantil) e PEB II (alunos de quatro e cinco anos e do início do ensino fun­damental) tem mais candidatos, 3.352 e 3.598, respectivamente.

São dois horários diferentes, às oito e às 14 horas, dependendo do cargo e do local de inscrição – acesse o site www.publiconsult. com.br para checar os dados. As provas serão realizadas em oito locais, na Escola Estadual Barros Cônego (avenidaDoutor Francisco Junqueira nº 726, Cen­tro), EE Dom Alberto José Gon­çalves (rua Flavio Uchoa nº 916, Campos Elíseos) e na EE Doutor Guimarães Junior (rua Lafaiete nº 584, Centro).

Também haverá provas na EE Doutor Thomaz Alberto Wha­tely (rua Marquês de Pombal nº 349, Campos Elíseos), EE Otoniel Mota (rua Prudente de Morais nº 764, Centro), EE Professor Alci­des Correa (rua Moreira de Oli­veira nº 242, Alto da Boa Vista), EE Professor Cid de Oliveira Leite (rua Itararé nº 608, Jardim Paulis­ta) e EE Professora Eugênia Vilhe­na de Morais (rua Abílio Sampaio nº 900, Vila Virginia).

Recomenda-se aos candidatos comparecerem ao local de prova com uma hora de antecedência em relação ao horário inicial pre­visto. Os candidatos devem portar documento de identidade original com foto e estar munidos de cane­ta esferográfica azul ou preta.

O processo seletivo terá três etapas: prova objetiva, de cará­ter eliminatório e classificatório; prova de redação/dissertação, de caráter eliminatório e classifica­tório, para os candidatos classifi­cados na prova objetiva; prova de títulos, de caráter classificatório, para os candidatos classificados na prova de redação/dissertação. Na rede municipal de ensino, o professor emergencial atua em substituição aos professores efe­tivos durante seus afastamentos legais, como licença saúde, por exemplo. É importante ressaltar que a contratação de emergências não substitui a contratação de pro­fessores efetivos.

A remuneração varia de R$ 18,04 a hora-aula (PEBs I e II) e R$ 21,72 a hora-aula (PEB III). A jornada de trabalho será de 42 horas-aula (PEB I), 29 horas-au­la (PEB II) e 27 horas-aula (PEB III, todas as disciplinas). Todas as informações relativas ao pro­cesso seletivo estão disponíveis no Diário Oficial do Município (DOM) de 5 de abril.

Segundo levantamento recen­te da Associação dos Profissionais da Educação (Aproferp), as 109 escolas da rede municipal de en­sino convivem com um déficit de 1,1 mil professores e inspetores. Faltam em torno de 600 professo­res e de 500 inspetores, cargo para o qual a administração não abre concurso há 20 anos, segundo o presidente da entidade, Cristia­no Lima Floriano ele. “Vem num quadro negativo. Isso é compro­vado pelo Tribunal de Contas do Estado, que há dois anos vem no­tificando a prefeitura.”

No início deste ano, estavam matriculados na rede munici­pal 46.921 estudantes – 22.696 do ensino infantil e 24.225 do fundamental. Dentre as uni­dades do município, 76 são de educação infantil e 33 de ensino fundamental. São 34 Centros de Educação Infantil (CEIs), 41 Escolas Municipais de Educa­ção Infantil (Emeis) e 26 Escolas Municipais de Ensino Funda­mental (Emefs).

Também tem três Centros Educacionais Municipais de Edu­cação Integral (Cemeis), duas Escolas Municipais de Ensino Fundamental e Ensino Médio (Emefems), um Centro de Educa­ção Especial e Ensino Fundamen­tal (CEEEF), uma Escola Munici­pal de Ensino Profissional Básico (EMEPB), Educação de Jovens e Adultos (EJA, salas espalhadas por várias unidades), além das 20 escolas conveniadas.

Comentários