Jornal Tribuna Ribeirão

PSDB contrata nova empresa de app

DIVULGAÇÃO

O Partido da Social Demo­cracia Brasileira decidiu con­tratar uma nova empresa para concluir o sistema de votação de suas prévias presidenciais. No último domingo, 21 de no­vembro, o PSDB foi obrigado a suspender o processo de es­colha do candidato tucano ao Palácio do Planalto após uma série de falhas apresentadas pelo aplicativo da Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs), contratada para o serviço.

Agora, a Relatasoft foi esco­lhida para cuidar do novo apli­cativo, o D. Voto, desde que o novo sistema passe pelo “teste de estresse” ao qual será submeti­do. A empresa integra o Projeto Eleições do Futuro, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A ideia agora é retomar a votação o mais rapidamente possível. Mas, além dos ajustes técnicos, a nova data depende das negociações polí­ticas entre os candidatos.

Disputam as prévias os go­vernadores João Doria (São Paulo), Eduardo Leite (Rio Grande do Sul) e o ex-prefei­to de Manaus Arthur Virgílio. Segundo dirigentes do PSDB, os técnicos da Faurgs não for­neceram explicações convin­centes sobre o problema envol­vendo a ferramenta de votação nem teriam oferecido soluções seguras para que continuas­sem participando das prévias. O aplicativo custou cerca de R$ 1,5 milhão.

“O PSDB foi vítima de um problema técnico nas prévias para escolher seu candidato à presidência da República e busca meio para retomá-las. Entre as possibilidades, já há empresa que será submetida ao teste de estresse por todas as candidaturas. Mais alternativas estão em análise. Ainda não foi apresentado diagnóstico do ocorrido pela Fundação de Apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faur­gs), desenvolvedora do apli­cativo que apresentou falhas”, diz o partido, em nota oficial.

“O fundamental é garantir o voto dos filiados já cadas­trados. Os votos já registrados na urna e em aplicativo estão válidos e serão computados”, emenda no comunicado. A troca de empresa ainda deve provocar mais acusações entre os candidatos do PSDB. Do­ria e Virgílio estão alinhados e apoiam a substituição imediata do aplicativo.

Já Eduardo Leite, tem co­locado obstáculos à mudan­ça da plataforma de votação. Desde o início das prévias, o governador do Rio Grande do Sul defendia o uso do aplicati­vo desenvolvido pela Faurgs. Doria era contrário. Seja com qualquer desfecho, o PSDB sai desse processo tendo de administrar o desgaste pela interrupção da votação e pelo aprofundamento de sua divi­são política, especialmente en­tre os grupos de Doria e Leite.

Bolsonaro
A filiação do presidente Jair Bolsonaro ao Partido Li­beral (PL) será oficializada na próxima terça-feira, dia 30, às 10h30, informou a legenda em nota oficial divulgada nesta terça-feira. O ato deve aconte­cer em Brasília, no complexo Brasil 21. A agenda oficial não traz o encontro com o presi­dente nacional do PL, Valde­mar Costa Neto. Em entrevista a uma rádio da Paraíba, o pre­sidente afirmou que sua filia­ção à sigla do Centrão estava praticamente certa.

Deixe o seu comentário:

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com