26 C
Ribeirão Preto
29 de junho de 2022 | 19:13
Jornal Tribuna Ribeirão
FOTOS: GOVERNO DE SÃO PAULO /GERALDO MAGELA/AGÊNCIA SENADO

PSDB e MDB – Pesquisas definirão candidato da ‘3ª via’

Em uma última tentativa de unificar o MDB e o PSDB no mesmo palanque presi­dencial, os dirigentes das duas siglas marcaram para este fim de semana a montagem e co­leta de dados de uma pesquisa quantitativa e qualitativa para testar os nomes dos respecti­vos pré-candidatos: a senadora Simone Tebet (MS) e o ex-go­vernador João Doria (SP).

Os marqueteiros de ambos concordaram com a contrata­ção do professor de estatística da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Paulo Guimarães, dono do Institu­to Guimarães de Pesquisa e Planejamento (IGPP), mas a negociação em torno das per­guntas a serem incluídas no questionário foi marcada por uma série de divergências.

Pesquisa
Estrategista de Simone Te­bet, Felipe Soutello queria am­pliar o questionário qualitativo e acrescentar até 30 “atributos” a serem apresentados aos entre­vistados, o que teria sido vetado por Lula Guimarães, marque­teiro de Doria. Por outro lado, o grupo do ex-governador teria sugerido deixar de fora questões sobre a rejeição aos nomes, o que também foi negado.

Por fim, eles chegaram a um acordo e formularam um ques­tionário enxuto com temas como competência, experiên­cia, capacidade de unir o Brasil e melhorar a economia. O re­sultado da pesquisa já deve ser apresentado aos dois partidos na semana que vem e a ideia é divulgar os números até dia 18, data originalmente anun­ciada como prazo final para a formalização de uma candi­datura única de terceira via.

Questionário
Apesar de considerar o questionário favorável a Doria, o grupo de Simone e tucanos da direção executiva do PSDB acreditam que é muito difícil que o resultado seja favorável ao ex-governador, uma vez que hoje, de acordo com as pesqui­sas já disponíveis, o tucano até aparece na frente da emedebis­ta, mas dentro da margem de erro em geral.

Após a apresentação dos resultados, o presidente do PSDB, Bruno Araújo, vai con­vocar uma reunião da execu­tiva do partido. O grupo de Doria deixou claro que não vai aceitar uma eventual imposi­ção do comando da sigla para retirar sua candidatura e alega que o resultado das prévias do ano passado credenciam o ex-governador a ter a palavra final sobre o rumo tucano no pleito. O MDB sinalizou que aceitaria ter Doria como vice de Simone, mas o tucano re­chaça a ideia e ameaça levar o caso para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Tebet também já sinalizou em diversas entrevistas que re­jeita o papel de vice, alegando que essa indicação é resultado de discriminação de gênero, por ser mulher. Na prática, integrantes dos dois lados da disputa apos­tam que o cenário mais provável é que cada partido siga seu ca­minho, embora Doria tenha já o apoio do Cidadania, que formou uma federação com os tucanos.

Divergências
As convenções partidárias, que vão bater o martelo formal do posicionamento na corrida presidencial, serão realizadas no fim do primeiro semestre. O clima nos bastidores entre as equipes dos pré-candidatos fi­cou tenso nos últimos dias.

“Com todo respeito à se­nadora Simone Tebet, mas essa disputa é assimétrica em relação ao currículo. É uma desproporção comparar uma ex-prefeita de Três Lagoas, que tem 120 mil habitantes, o mes­mo que (o bairro de) Pinheiros (na capital paulista), e o João, que foi governador e prefei­to da quarta maior cidade do mundo”, disse Lula Guimarães.

Ainda segundo o marquetei­ro do tucano, o fato de o MDB ter uma candidata mulher não representa uma vantagem. “Não acho que faz diferença. Uma das maiores rejeições da política brasileira foi a uma mulher, Dil­ma Rousseff”, afirmou.

Ele ainda minimizou o im­pacto da rejeição a Doria: “Essa rejeição é fruto de uma máquina de destruição do bolsonarismo e foi construída artificialmente. Já Felipe Soutello tem outra leitura. “Simone não tem rejeição a ser combatida para construir sua imagem e, portanto, tem mais facilidade de quebrar a inércia e combater a polarização”, afir­mou o marqueteiro emedebista.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
AllEscort