REUTERS

O Parlamento do Reino Unido rejeitou na noite desta segunda-feira (já madrugada de terça-feira em Londres), 9 de setembro, o pedido do primei­ro-ministro Boris Johnson para antecipar eleições. Houve 293 votos a favor da proposta oficial, mas o governo não conseguiu a maioria de dois terços necessária para antecipar a disputa nas ur­nas. Outros 46 legisladores vota­ram contra a proposta.

Para Johnson, a eleição an­tecipada seria o meio de se sair do impasse atual, no qual o Parlamento pressiona para que apenas se deixe a União Euro­peia (Brexit) após um acordo com o bloco. O premiê diz que conseguirá renegociar os termos da saída a tempo, mas há gran­de ceticismo em Londres sobre suas chances de sucesso. Mais cedo, ele insistiu que não pedirá mais prazo à UE. Na semana passada, o Parlamento britânico havia votado contra proposta si­milar do premiê por eleições an­tecipadas. Johnson queria uma eleição em 15 de outubro, mas os legisladores antes exigem ga­rantias de que não haverá uma saída da UE sem acordo.

Comentários