ALFREDO RISK/ ARQUIVO TRIBUNA

O número de usuários de plano de saúde ficou pratica­mente estável em março deste ano Ribeirão Preto, em com­paração com a quantidade de associados no mesmo período de 2018, segundo dados atuali­zados e divulgados nesta semana pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A adesão das pessoas a planos odontoló­gicos também aumentou.

Segundo a ANS, em março deste ano, 288.626 ribeirão-pre­tanos tinham plano de assistên­cia médica, 0,48% a mais do que os 287.219 do mesmo mês de 2018. A cidade ganhou 1.407 beneficiários no período, média de 120 por mês ou quatro por dia. A quantidade de usuários corresponde a 41,5% do total de habitantes do município, de 694.534, de acordo com o Ins­tituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em março de 2016, porém, mais ribeirão-pretanos tinham plano de saúde: 288.653, ou 27 a mais do que o número atual, queda ínfima de 0,01%. Entre o terceiro mês do ano passado e o de 2019, a quantidade de pessoas com plano de assistência odonto­lógica aumentou 4,3% na cidade, saltando de 131.321 para 136.929, 5.608 a mais. A média mensal de adesões é de 467, e a diária de 15. Em 2016 eram 123.547 – a adesão cresceu 10,8%, com 13.382 a mais, média de 371 novos contratos por mês e de doze por dia.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar também divulgou dados nacionais, mas referentes a maio, quando o setor contabili­zou 47.188.528 beneficiários em planos de assistência médica e 24.629.591 em planos exclusiva­mente odontológicos. Os dados mostram que o segmento odon­tológico segue em expansão em número de clientes, enquanto é verificada estabilidade na segmen­tação médica, que teve leve cresci­mento em relação ao mês anterior e na comparação anual.

No período, houve aumento na quantidade de consumidores de planos de assistência médi­ca em 16 estados e no Distrito Federal, sendo Goiás, Distrito Federal, Paraná e São Paulo os lí­deres em números absolutos. Na segmentação odontológica, ape­nas três Estados não registraram aumento no número de bene­ficiários. A ANS lembra que os números podem sofrer modifi­cações retroativas em função das revisões efetuadas mensalmente pelas operadoras.

Em São Paulo, o aumento do número de beneficiários de pla­nos de assistência médica foi ínfi­mo, de apenas 0,18%, saltando de 17.173.433 em maio de 2018 para 17.205.391 no mesmo mês deste ano, acréscimo de 31.958 pessoas, média de 2.663 novos associados por mês, mais de 88 por dia. Já a adesão a planos odontológicos cresceu 5,6%, de 8.282.238 para 8.746.344, aporte de 464.106 pau­listas, média mensal de 38.675 no­vos adeptos e diária de 1.289.

Comentários