Samanta Piñeda - Foto Facebook Divulgação

Advogada com intensa atuação no setor ambiental, o nome da primeira dama de Ribeirão Preto foi sugerido ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) por setores produtivos como o de Logística, construção civil e pela Frente Parlamentar de Agropecuária

A advogada e primeira Samanta de Ribeirão Preto, Samanta Nogueira (PSDB), foi sugerida ao presidente eleito Jair Bolsonaro como nome ideal para ser a ministra do Meio Ambiente no futuro Governo Federal. A indicação – divulgada pela imprensa e confirmada ao Tribuna por Samanta – nesta quinta-feira –  foi feita por setores produtivos como o de logística, construção civil e pela Frente Parlamentar de Agropecuária.

Esposa do prefeito Duarte Nogueira (PSDB), ela tem forte atuação na área socioambiental e presta consultoria jurídica, quando necessário, para a Frente Parlamentar da Agropecuária no Congresso Nacional.  Antes de oficializar a indicação, segundo Samanta, representantes destes setores produtivos entraram em contato com ela para saber se ela aceitaria a indicação. A Frente Parlamentar da Agropecuária é presidida pela deputada Tereza Cristina (DEM-MS), nomeada por Bolsonaro como futura Ministra da Agricultura.

Samanta possuiu escritório especializado em questões ambientais na cidade de Curitiba e em Ribeirão Preto e foi uma das responsáveis pela revisão do novo Código Florestal, aprovado em 2012. Para ela, sua indicação é resultado de anos de trabalho no setor buscando o ponto de equilíbrio em questões ambientais antagônicas. “Foi isso que fizemos no Código Florestal. Unir setores com propostas antagônicas”, afirma.

Ao Tribuna a advogada também destacou a importância de Ribeirão Preto estar sendo reconhecida com a indicação de seu nome, independente da escolha do presidente Bolsonaro. “Somos uma cidade e uma região muito importante nacionalmente e essa indicação mostra isso”, completa. Nas eleições de outubro Samanta foi candidata a deputada federal pelo estado de São Paulo e obteve 42.282 votos, mas não conseguiu se eleger. No segundo turno das eleições para presidente da República o prefeito Duarte Nogueira declarou apoio ao então candidato Jair Bolsonaro.