30.6 C
Ribeirão Preto
13 de agosto de 2022 | 15:27
Jornal Tribuna Ribeirão
DIVULGAÇÃO
Turismo

Sampa terá a maior roda-gigante da América Latina

O mais novo ponto turísti­co da capital paulista, a aguar­dada Roda São Paulo, maior roda-gigante da América Lati­na, será aberta ao público em 19 de agosto. Com 91 metros de altura, ela terá 42 cabines de observação climatizadas, com monitoramento por câmeras, interfone, Wi-Fi e capacidade para até dez pessoas cada.

A nova atração fica no Par­que Cândido Portinari, ao lado do Parque Villa-Lobos e às mar­gens do Rio Pinheiros, ocupan­do uma área de 4,5 mil m² e com uma altura equivalente a um prédio de 30 andares.

A nova atração de São Paulo tem 91 metros de altura

A Roda São Paulo conta com uma estrutura similar a de outras grandes rodas mun­do afora, como a Ain Dubai (nos Emirados Árabes Uni­dos) e a London Eye (no Reino Unido). A versão de São Pau­lo também é estaiada, como a roda de uma bicicleta, que é sustentada pelas hastes inte­riores, técnica que permite a construção de rodas-gigantes de grandes proporções. Além disso, este design oferece me­lhor integração à paisagem e menor risco de colisão com pássaros, segundo a empresa São Paulo Big Wheel, respon­sável pelo projeto.

A Roda São Paulo espera até 1 milhão de visitantes por ano

Em apenas uma viagem, a roda-gigante poderá trans­portar até 420 passageiros. O passeio vai durar, em média, 25 minutos. Ela ainda terá ilu­minação cênica e interativa, que poderá ser programada, e tecnologia continuous lo­ading. Esse tipo de disposi­tivo permite o embarque e desembarque de pessoas sem interromper o movimento do brinquedo, o que contribui para não formar grandes filas.

Preços dos ingressos ainda não foram divulgados
Os preços dos ingressos ainda não foram divulgados, mas devem ser definidos ao público em breve, informou a São Paulo Big Wheel. “Have­rá ações e tarifas sociais para que comunidades do entorno também usem o espaço”, ga­rantiu o secretário de Infraes­trutura e Meio Ambiente de São Paulo, Marcos Penido.

Ao redor da roda-gigante, haverá uma praça de convi­vência com acesso livre aos frequentadores do parque e seus pets, com espécies na­tivas da Mata Atlântica. O novo ponto turístico de São Paulo poderá ser acessado pela linha de trem conectada ao metrô, ônibus, além de ci­clovias permanentes e ciclo­faixas de lazer montadas aos domingos e feriados.

Segundo o Governo do Estado de São Paulo, a expec­tativa é receber entre 600 mil e 1 milhão de visitantes por ano, ou cerca de 10% do atu­al público frequentador dos parques Cândido Portinari e Villa-Lobos. (Com informa­ções do blog123milhas).

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com