30.6 C
Ribeirão Preto
13 de agosto de 2022 | 15:39
Jornal Tribuna Ribeirão
Câmara de RP - Foto JF Pimenta/Arquivo
Política

Secretaria de Planejamento – Pasta dará consultoria em reforma da Câmara

A Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvi­mento dará consultoria técni­ca para a Câmara de Ribeirão Preto no projeto de reforma do prédio principal do Legislativo, o Palácio Antônio Machado Sant’Anna. A reforma depen­dia apenas de um posiciona­mento da pasta sobre o projeto executivo, que antecede a lici­tação das obras.

Como não tem equipe téc­nica, a Câmara solicitou à pas­ta a cessão de engenheiros para efetuar os trabalhos. Caso isso não fosse possível, um termo de referência seria elaborado pela secretaria. Depois, por meio de licitação, uma empre­sa seria contratada para execu­tar o projeto. O documento é necessário porque o Legislati­vo está instalado em uma área pertencente à prefeitura.

De acordo com nota en­viada à reportagem pela Se­cretaria de Planejamento, a assessoria foi decidida em reunião da Divisão de Proje­tos de Obras Públicas, ligada à pasta, com representantes da Câmara de Ribeirão Preto. No encontro ficou acordado que a divisão auxiliará o Le­gislativo com consultoria téc­nica e aferição do projeto.

Agora, o próximo passo será a liberação do termo de referência pelo Planejamen­to para que a Câmara possa contratar o projeto executi­vo. Entre as obras que devem ser realizadas está a troca das divisórias de madeira – tipo Eucatex – que dividem todas as salas do Palácio Antônio Machado Sant’Anna, além da substituição da parte hidráuli­ca e elétrica. As paredes de ma­deira devem ser substituídas por alvenaria.

Na próximas semanas a Câmara de Ribeirão Preto também vai abrir licitação para trocar o telhado do Palácio An­tônio Machado Sant’Anna. A substituição do teto é necessá­ria para a instalação de energia fotovoltaica no local. Segundo o Tribuna apurou, a empresa contratada diagnosticou que a atual estrutura não suporta­ria a instalação das placas para captação da energia solar.

Por isso, a estrutura do te­lhado, que é de madeira, será substituída por uma metálica. O valor estimado para a troca do telhado é de R$ 1,5 milhão. O certame deve ser aberto nas pró­ximas semanas. No prédio ane­xo, o Edifício Jornalista Wilson Toni, onde ficam os gabinetes dos vereadores, por ser novo, as placas fotovoltaicas serão instaladas sobre a cobertura.

O presidente da Câmara, Alessandro Maraca (MDB), já informou ao Tribuna que a substituição da energia elétrica pela fotovoltaica (energia so­lar) será feita nos dois prédios do Legislativo: o principal e o anexo. A previsão é que sejam investidos entre R$ 1,7 milhão e R$ 1,8 milhão na implanta­ção do sistema.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com