Série documental mostra o ‘Amor de Bicho’

0
68
FOTOS: DIVULGAÇÃO

Cheia de histórias surpre­endentes e de parceria entre pessoas e animais, assim é a série documental “Amor de Bicho”. Com criação, direção e roteiro de Mônica Prinzac, a série é uma produção da Duplamente Filmes e da Sola­vanco Produções, em parceria com o canal online MOV.

No último e episódio, que estreou no dia 24 de julho, Nina Kanner, de 13 anos, fala sobre a convivência com Trevo e das aulas em que ensina voo li­vre ao papagaio, uma técnica ba­seada na confiança entre a ave e seu tutor, revelando experiências que têm como fio condutor a re­lação entre humanos e bichos.

Apaixonada por bichos, Nina (@nina.and.animals) é vegetariana e sonha com um mundo onde todos os seres se­rão respeitados. “Todo o ser da terra é visto com respeito e não pelo que pode ser. É impor­tante respeitar a vida, cada um nasceu para ter a sua, em paz. O certo é ver um animal pela sua vida e não como se fosse uma bolsa, um casaco ou um pedaço de comida”, explica.

Trevo era uma ave de ca­tiveiro, que não sabia voar, e fez seu primeiro voo externo um mês após chegar à casa de Nina, que acredita que todas elas, mesmo as domésticas, de­vem voar. Durante o episódio, Nina leva o papagaio para voar ao ar livre e comenta: “Depois que o Trevo começou, acho que conseguimos criar uma conexão maior um com o ou­tro. Você se sente bem fazendo, se sente libertado junto com a ave. Me sinto voando com ele! Estou no chão conduzindo ele e ele no céu me conduzindo”.

Enquanto conversa e brin­ca com Trevo, ela também ex­plica que a personalidade dele é forte e que os dois se comu­nicam por vibrações e energia. “Ele ama dançar!”, revela Nina, que canta para o papagaio.

Cavalos, cachorros, pa­pagaios, gatos, porcos, vacas e muito mais. Em 10 episó­dios, “Amor de Bicho” traz experiências inspiradoras que mostram como a presença de animais na vida dos humanos pode mudar desde a rotina até sua forma de pensar e agir. Os cinco primeiros programas já estão disponíveis gratuitamen­te no streaming (www.uol. com.br/mov/amor-de-bicho/ index.htm). A cada sexta, um episódio inédito entra no ar.

Personagens de “Amor De Bicho”

Episódios no ar

Marcia, Moby, Bebel e Bidu – Márcia é uma apaixonada por cães. Com a ajuda deles, conseguiu superar algumas fases dolorosas da vida. A perda do primeiro marido e a solidão que veio com sua ausência foram amenizados por Moby e Bebel, duas cadelas que tinham sido adotadas pelo casal.

Roched e Instituto Vida Livre – Roched, fundador do Instituto Vida Livre, sozinho já resgatou, cuidou, reabilitou e libertou mais de 8.500 animais silvestres na cidade do Rio Janeiro. @institutovidalivre

Fernando e Agamenon – Psicólogo e equoterapeuta, Fernando, com a parceria de seus cavalos, ajudou o menino Kauan a superar as suas deficiências, a aprender a caminhar e a confiar em si mesmo.

Guilherme e Abigail – Apaixonado por bichos desde a infância, Guilherme hoje vive com sua minipig de 70 quilos que o ajudou a superar uma depressão e a lidar melhor com preconceitos. @abigail_ minipig

Jonas, Trevor e Zuca – Jonas ficou cego na adolescência e passou a aceitar melhor a sua condição a partir do convívio com seu cão-guia que até aprendeu a velejar para acompanhá-lo.

Ale e Pequi – Ativista da causa animal, por amor a eles tornou-se vegana e acredita que só a conscientização das pessoas em relação aos animais como seres sencientes pode mudar o mundo. @aleluglio

Próximos episódios
Gui Pádua e Caramelo – O paraquedista Gui criou e cuida de um san­tuário animal onde mora, em Minas Gerais, na cidade de Cássia, e por lá ele cuida de animais resgatados. Já são 30 cavalos, 18 cachorros, gatos, patos, porquinho, todos vivendo em perfeita. Gui resgatou o Caramelo, um ganso órfão, e sonha em ensiná-lo a voar. Um dia voarão juntos em seu ultraleve. @guipadua

Flavia e Olívia – Ela adotou Olívia, uma cadela abandonada e paraplégica de nove anos. Essa experiência a fez criar uma rede de solidariedade com outras pessoas que cuidam de animais com deficiências. Flavia é um exemplo da incrível capacidade humana de cuidar do outro. @oliviaderodinhas

Patrícia e Santuário Vale da Rainha – resgata animais descartados da indústria alimentícia e cuida deles como seres que ainda tem tanto a nos ensinar. Ela vive e cuida do Santuário Vale da Rainha com mais de 100 animais. @ahimsa.santuariovaledarainha

Sobre Mônica Prinzac
Mônica Prinzac é roteirista e diretora. Doutoranda em Estudos da Linguagem pela Puc Rio, desenvolve uma pesquisa sobre narrativas interespécies (humano e animal). Criadora, diretora e roteirista da série “Amor de Bicho”.
Com experiência na realização de documentários, filmes institucio­nais e de conteúdo audiovisual para teatro, exposições e shows, está à frente da Duplamente Filmes, onde dirigiu e roteirizou cinco cur­tas-metragens, dentre eles O PASSEIO, premiado pela USA Network; APEGO, premiado com o segundo lugar no Festival Curta a Sessão; e JURACY, segundo lugar no Festival Mundial do Minuto.
Entre seus trabalhos mais recentes estão a colaboração no roteiro do longa Simonal – O Filme (2019), direção Leonardo Domingues, com Isis Valverde e Fabricio Boliveira.
http://www.monicaprinzac.com.br

Ficha técnica
Direção e roteiro: Mônica Prinzac Produção executiva: Nathalie Felippe Direção de fotografia: Manuel Águas Edição: Rita Carvana Consultoria veterinária: Rita Ericson Colaboração de roteiro: Mariana Lopes Muniz Pesquisa: Carolina Senra e Catharina Felix
Nina Kanner, de 13 anos, fala sobre a convivência com Trevo, o papagaio, e das aulas em que ensina voo livre a ele

Comentários