Jornal Tribuna Ribeirão

Sesc Ribeirão inicia sexta o Festival Ribeirão Cena Contemporânea

A partir desta sexta, 24/09,  o Sesc Ribeirão Preto realizará o “Festival Ribeirão Cena Contemporânea”, projeto que pretende abrir espaço para grupos de teatro da cidade, além de propor  formativas de aperfeiçoamento e ampliar os espaços de atuação, com ações em escolas de ensino médio e centros culturais periféricos.

A primeira atividade que o projeto trará é a oficina “Jogos teatrais e as artes cênicas”, com a convidada Ingrid Dormien Koudela. A oficina irá explorar a múltipla aplicação dos jogos teatrais, direcionada pelo contexto do grupo de jogadores e pela abordagem crítica utilizada durante as avaliações. A atividade sugere que o sistema, ao mesmo tempo em que regula a atividade teatral, traz em si a possibilidade de sua própria superação como método.

Ingrid é uma das professoras pioneiras em Pedagogia do Teatro, sendo iniciadora de pesquisas com este enfoque na Universidade de São Paulo, a primeira instituição brasileira a oferecer programas de Mestrado e Doutorado específicos neste setor. Suas publicações incluem JOGOS TEATRAIS, uma abordagem teórico-prática realizada a partir das propostas de Viola Spolin e BRECHT: UM JOGO DE APRENDIZAGEM, livro no qual desenvolve a teoria de Brecht sobre a peça didática e TEXTO E JOGO que vai além de relato e análise de experiências e suas respectivas influências, apresentando o resultado de suas pesquisas, publicadas pela Editora Perspectiva.

A oficina “Jogos teatrais e as artes cênicas”, será realizada nesta sexta-feira, 24/09, das 19 às 20 horas, com acesso gratuito em uma live no canal do Youtube do Sesc Ribeirão.

A segunda atividade é também uma oficina, a “Casa Palco/ Coxia Virtual, atividade voltada para um grupo fechado de atores, com a atriz e diretora Inês Peixoto do Grupo Galpão. A oficina propõe que partindo de um desejo, cada participante deve trazer um monólogo ou diálogo que pode ser um fragmento de qualquer texto, poema ou escrita autoral para ser trabalhado o tempo-espaço mediado pelo Zoom, em busca do hibridismo entre a linguagem do teatro e do audiovisual.

A partir daí, será possível buscar potencialidades na geografia íntima da casa de cada um, para criação de esboços de cenas que explorem os recursos narrativos da contemporaneidade. Paralelamente ao desenvolvimento das cenas curtas, será realizada uma introdução ao trabalho dos 4 pontos de energia para emissão da voz, desenvolvido pelo pedagogo russo Jurij Alschitz, no processo do espetáculo Eclipse, do Grupo Galpão.

Inês Peixoto é natural de Belo Horizonte. Ingressou no Teatro Universitário (TU) em 1979 e, em 1981 migrou para o Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado (CEFAR), onde se profissionalizou. É bacharelanda em Cinema e Audiovisual pelo Centro Universitário Una. Em 1992, ingressou para o Grupo Galpão em “Romeu e Julieta”, de Gabriel Villela, participando de vários espetáculos seguintes. No cinema, participou de diversos filmes, como “Vinho de Rosas” e “O Crime da Atriz”, de Elza Cataldo, “Os Filmes que Eu Não Fiz”, de Gilberto Scarpa, “Moscou”, de Eduardo Coutinho, “Meu pé de Laranja-Lima”, de Marcos Bernstein,dentre outros.Na televisão, destaque para as participações nas minisséries “Hoje é Dia de Maria” e “Hoje é Dia de Maria- Segunda Jornada”, de Luiz Fernando Carvalho.

O “Festival Ribeirão Cena Contemporânea” acontecerá até 19/12, trazendo ainda em sua programação diversas atividades.

SERVIÇO

Festival Ribeirão Cena Contemporânea
Oficina “Jogos teatrais e as artes cênicas” –  com Ingrid Dormien Koudela.Dia: 24/09 (sexta-feira)
Horário: Das 19h às 20h

Classificação Livre

Grátis – Sem retirada de ingressos

Plataforma: Live no Youtube   (www.youtube.com/user/sescribeirao)

 

Deixe o seu comentário:

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com