Sessão pipoca – Anna Maria Chiavenato

0
28

JOJO RABBIT
Politicamente incorreta esta é uma sátira bem divertida da Se­gunda Guerra Mundial dirigida por Taika Waititi, também res­ponsável pelo roteiro. Num estilo de humor bem escrachado, a história segue Jojo Rabbit (Roman Griffin Davis), um garoto nazista de 10 anos cujo maior sonho é se alistar na Juventu­de Hitlerista, cujos participantes compartilham dos mesmos ideais pró-nazismo. Seu amigo mais próximo é fruto de sua imaginação, um idiota chamado Adolf Hitler (interpretado pelo próprio Taika Waititi). Mas, seu mundo desaba quando ele des­cobre que sua mãe solteira Rosie (Scarlet Johansson), escon­dia no sótão de sua própria casa a jovem judia Elza (Thomasin McKenzie). Após várias tentativas sem resultados para tirá-la de sua casa, a convivência entre ambos acaba se tornando cada dia mais intensa e acaba por resultar em uma amizade entre eles. Agora, Jojo deve repensar neste seu fanático nacio­nalismo. O filme navega entre comédia, drama e tragédia e o resultado é uma mensagem contra o ódio, o autoritarismo e a convivência entre as diferenças. Taiki Waititi apresenta um Hi­tler extremamente hilário e sua tentativa de envolver uma crian­ça inocente em uma guerra insana. O elenco brilha pela perfeita sintonia encarando o “no sense” da trama que, além de divertida, nos leva a muita reflexão sobre os acontecimentos daquela épo­ca e muita coisa que rola atualmente. Scarlet Johansson por sua brilhante atuação como a mãe de Jojo está entre as indicadas pelo Oscar de Melhor Atriz, que acontece esta noite na capital do cinema americano. Outros bons momentos do filme são proporcionados pelo garoto Archie Yates, o rechonchudo ami­go de Jojo. Um filme engraçado e irreverente, mas que muito mais que divertir, passa uma ótima mensagem sobre tudo que aconteceu e acontece no mundo. O elenco é completado por Sam Rockwell e Rebel Wilson.

Comentários