24 C
Ribeirão Preto
17 de agosto de 2022 | 11:01
Jornal Tribuna Ribeirão
DIVULGAÇÃO
Destaque Política

Sindicato faz ‘blitze’ em creches

O Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis (SSM/ RGP) promove desde segun­da-feira, 25 de julho, blitze nas 36 escolas ligadas à Secretaria Municipal da Educação que atendem crianças de zero a três anos de idade. Até esta terça-feira (26), já haviam sido vistoriadas 21 unidades.

Reorganização
O objetivo é analisar se a reorganização do ensino infan­til está provocando problemas para os servidores que atuam nestas escolas e para as crian­ças atendidas. São 36 Centros de Educação Infantil (CEIs) e 41 Escolas Municipais de Edu­cação Infantil (Emeis), com um total de 23.100 meninos e meninas matriculados – não informou quantos têm entre zero e três anos.

Multas
O sindicato quer checar se o governo municipal está cumprindo o acordo judicial fechado no ano passado para o retorno das aulas presenciais. A entidade afirma que, após as blitze, decidirá quais medidas serão adotadas em relação ao assunto. O departamento ju­rídico da entidade está levan­tando as cláusulas que teriam sido descumpridas – a princí­pio seriam seis, gerando mul­ta total diária de R$ 600 mil, ou R$ 100 mil por infração.

O Tribuna apurou que fo­ram detectados, pelo sindica­to, problemas de readaptação das crianças devido à junção de turmas e a consequente troca de professores. Também teriam sido desativadas biblio­tecas e videotecas em várias unidades para a transforma­ção destes espaços em salas de aula. Nesta quarta-feira, 27 de julho, às 14 horas, a prefeitura de Ribeirão Preto realiza no Palácio Rio Branco, uma en­trevista coletiva para anunciar ações na educação.

Vagas
A secretaria não deve falar sobre a reorganização no ensi­no infantil, anunciada no dia 7 de julho. De acordo com a pasta, com o retorno das aulas 100% presenciais, a demanda por vaga na rede municipal de ensino aumentou, fazendo com que houvesse mais uma ação de reestruturação. A medida, segundo a secretaria vai criar 1.400 novas vagas, e os alunos vão avançar de fase automaticamente, a partir do segundo semestre do ano le­tivo de 2022, que começou na segunda-feira.

A reorganização estabelece agrupamentos de alunos, de acordo com os ciclos determi­nados na própria escola, aten­dendo aos parâmetros de orga­nização de grupos e da relação professor/criança. De acordo com o sindicato, a iniciativa fere cláusulas do acordo, já que todas as alterações e adapta­ções nos serviços educacionais com impacto nas condições de trabalho da categoria pro­fissional devem, obrigatoria­mente, serem precedidas de negociação coletiva entre a prefeitura e a entidade.

Vunesp vai avaliar aprendizado em RP
A Secretaria Municipal de Educação vai promover um levantamento sobre o nível de aprendizado dos estudantes do ensino fundamental de Ribeirão Preto. A Avaliação Diagnóstica Institucional e de Ensino­-Aprendizagem será realizada pela Fundação Vunesp, contratada por dispensa de licitação, conforme permite a legislação neste caso.

O valor do contrato é de R$ 1.248.000. O edital de dispensa de licitação foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) desta terça-feira, 26 de julho. A secretaria administra 31 escolas de ensino fundamental (Emefs) e 26 escolas parceiras ou conveniadas, com mais 22.779 estudantes.

Tem ainda duas unidades para alunos especiais com 277 matricu­lados e mais 881 estudantes do programa Educação para Jovens e Adultos (EJA). No total, são 134 unidades escolares e 47.037 estudantes matriculados, contando com as 23.100 crianças de 36 Centros de Educação Infantil (CEIs) e 41 Escolas Municipais de Edu­cação Infantil (Emeis).

As aulas na rede de ensino de Ribeirão Preto foram retomadas na segunda-feira, 25 de julho. Segundo o calendário escolar, o primeiro recesso bimestral de 2022 ocorreu de 18 a 20 de abril. As férias de meio de ano tiveram início em 11 de julho e terminaram domingo, dia 24. O recesso do terceiro bimestre será de 10 a 14 de outubro. O ano letivo termina em 23 de dezembro, completando 200 dias de aulas. Em 2023, os alunos devem retornar às escolas no início de fevereiro.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com