Sonda procura ‘vida’ em Marte

0
20
JOE SKIPPER/REUTERS

O Perseverance, sonda marciana de última geração da Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos, foi lan­çada do Cabo Canaveral, na Flórida, em um foguete Atlas 5, nesta quinta-feira, 30 de julho, em uma missão de US$ 2,4 bilhões para procurar ves­tígios de uma possível vida passada no planeta vizinho da Terra.

A sonda robótica de seis rodas do tamanho de um carro também deve levar um mini-helicóptero para Marte e testar equipamentos para futuras missões com huma­nos no planeta. A expectativa é que a sonda chegue a Marte em fevereiro.

O robô ganhou o céu cla­ro e ensolarado depois de ser lançado na estação da Força Aérea dos EUA em Cabo Ca­naveral, na Flórida, às 7h50 (horário local, 8h50 em Bra­sília) com condições climá­ticas quentes no topo de um foguete Atlas 5 do empre­endimento conjunto United Launch Alliance (ULA) da Boeing-Lockheed.

Esta é a nona missão da Nasa à superfície de Marte. “Estou tão aliviado”, disse o chefe da divisão científica da Nasa, Thomas Zurbuchen, durante a transmissão ao vivo que a agência espacial fez do lançamento, acrescen­tando que tudo parece bem. “É realmente como a chave de um monte de novas pes­quisas que vamos fazer e que está concentrada na pergun­ta… há vida lá?”, afirmou.

O Perseverance deve pou­sar na base de uma cratera de 250 metros de profundidade chamada Jezero, que foi um lago 3,5 bilhões de anos atrás e que cientistas suspeitam conter indícios de vida mi­crobiana extinta em Marte. Há tempos eles debatem se o planeta, que já foi muito mais hospitaleiro, já abrigou vida.

Comentários