divulgação/GCM

O indiciado foi denunciado por populares 

 

Guardas Civis Metropolitanos prenderam, em flagrante, na tarde desta quarta-feira (9), um suspeito que mostrava o órgão genital e se masturbava para transeuntes na Vila Virgínia, zona Sudoeste de Ribeirão Preto.

O homem foi levado à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) e irá responder por importunação sexual.

Caso condenado, estará sujeito a uma pena de um a cinco anos de prisão.

Os guardas civis metropolitanos em ronda na rua Padre Manoel Bernardes, na altura do cruzamento com a Visconde de Inhumirim, foram acionados por populares, que denunciaram o indiciado.

Segundo os denunciantes, um indivíduo em um carro prata estava exibindo o órgão genital para uma menor de idade.

Os populares informaram também que o mesmo suspeito havia sido flagrado no bairro, nos últimos dias, cometendo o mesmo crime.

A GCM localizou o motorista e o abordou. Ele foi levado para a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

A delegada titular Luciana Renesto disse que “houve um flagrante de importunação sexual. Ele parou o carro e estava se masturbando na frente das meninas”, comentou.

Ela ratificou a prisão e o indiciado permanece na carceragen à disposição da Justiça.

Ele será apresentado na audiência de custódia.

A DDM irá investigar se o homem importunou sexualmente outras pessoas. Se for o caso, a pena pode ser acrescida.

Comentários