Jornal Tribuna Ribeirão
Destaque Geral

Tarifa de ônibus tem alta de 15%

ALFREDO RISK

O valor das tarifas de ôni­bus intermunicipal na região de Ribeirão Preto está mais caro desde a última quinta-fei­ra, 9 de setembro. O reajuste chega a 15% e foi autorizado pela Agência Reguladora de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), após mais de um ano sem correção por cau­sa da pandemia de coronaví­rus. Agora, porém, o aumento foi necessário diante das altas nos preços do óleo diesel e da disparada da inflação.

Em Ribeirão Preto, a pas­sagem custa R$ 4,20 des­de janeiro do ano passado, quando o PróUrbano foi no­tificado pela prefeitura de Ri­beirão Preto e atendeu à de­cisão do Tribunal de Justiça de São Paulo. A última corre­ção ocorreu em 2018. O TJ/ SP determinou a redução no valor da tarifa do transporte na cidade, de R$ 4,40 para R$ 4,20, abatimento de R$ 0,20.

Segundo o contrato de con­cessão, assinado em maio de 2012, o reajuste da tarifa deve ocorrer sempre em 31 de julho. O aumento de 4,8%, de R$ 4,20 para R$ 4,40, havia sido auto­rizado pelo decreto número 176/2019 do prefeito Duarte Nogueira Júnior (PSDB) e aca­bou contestado judicialmente pelo vereador Marcos Papa, então no Rede Sustentabilida­de e hoje no Cidadania.

A redução no valor da passagem de ônibus foi deter­minada pelo desembargador Souza Meirelles, da 12ª Câma­ra de Direito Público do TJ/SP, conforme decisão emitida no dia 19 de dezembro de 2019. O magistrado entendeu que a prefeitura de Ribeirão Preto e a Transerp não poderiam ter re­ajustado a tarifa em 2019 por­que o processo que analisa o aumento dado em 2018 ainda não foi julgado, o que contami­naria a última correção.

Em 2018, depois de 47 dias de embates na esfera judicial, a tarifa subiu 6,33%, de R$ 3,95 para R$ 4,20, com aporte de R$ 0,25, e o aumento foi ques­tionado por intermédio de um mandado de segurança im­petrado pelo Rede. Ainda em janeiro de 2020, o presidente do Superior Tribunal de Justi­ça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, também negou recurso da prefeitura que ten­tava manter o reajuste de 2019 e acatou a decisão do Tribunal de Justiça.

Assim, foi mantido o en­tendimento do juiz Gustavo Muller Lorenzato, titular da 1ª Vara da Fazenda Pública, negando recurso movido pela prefeitura e pelo PróUrbano. De acordo com a Transerp, a revisão também vai contem­plar o aporte financeiro de R$ 17 milhões feito ao consórcio estabelecido pela lei municipal nº 14.571/2021.

Novos valores das passagens
Ribeirão Preto a Altinópolis: R$ 16
Ribeirão Preto a Barrinha: R$ 8
Ribeirão Preto a Brodowski: R$ 6,55
Ribeirão Preto a Batatais: R$ 10
Ribeirão Preto a Serra Azul: R$ 6,55
Ribeirão Preto a Serrana: R$ 6,55
Ribeirão Preto a Sertãozinho: R$ 6,30

Mais notícias

Obra em praça vai custar R$ 435,5 mil

Redação 1

Doria e Garcia visitam Ribeirão Preto em campanha pelas prévias

Redação 1

Covid: RP está há 4 dias sem mortes

Redação 1

Policiais salvam bebê engasgado no Jardim Helena, em Ribeirão Preto

Redação 3

EUA usam pela 1ª vez rim de porco em humano; USP testa

Redação 1

Regras para os ‘food trucks’

Redação 1
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com