Jornal Tribuna Ribeirão

Taxa de transmissão fica acima de 1 em RP

Ribeirão Preto registrou mais 142 casos de coronavírus em 24 horas – cerca de um a cada dez minutos e dez segun­dos – e o número de pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 na cidade pode ultrapassar a bar­reira de 115 mil este mês. Nes­ta quarta-feira, 6 de outubro, saltou para 110.874, alta de 0,1% em relação aos 110.732 do relatório de terça-feira (5).

Somente em 2021, Ribeirão Preto soma mais de 68 mil ca­sos confirmados. São 68.894, alta de 64,1% em relação aos 41.980 do ano passado, 26.914 a mais. Também representa 62,1% de toda a pandemia. A quantidade total de pessoas infectadas equivale a 15,4% da população da cidade, de 720.116 habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geogra­fia e Estatística (IBGE).

A taxa de transmissão (Rt) continua subindo e agora já está acima de 1, o teto conside­rado ideal. Era de 0,56 no dia 17 de setembro. Na segunda­-feira (4) era de 0,96 e na terça­-feira (5) chegou a 0,97. Agora está em 1,01, a 11ª mais eleva­da do estado. Significa que 100 pessoas podem transmitir a doença para outras 101.

Segundo o Departamento de Vigilância em Saúde (De­visa), a média de internações nos últimos 14 dias, até se­gunda-feira (5), era de 14,19 por 100 mil habitantes. A taxa de óbitos por covid estava em 3,37 e a de novos casos de co­ronavírus ficou em 110,70 por 100 mil moradores. A cidade também tem 2.944 mortes em decorrência da covid-19.

O recorde de infecções em 24 horas foi registrado em 9 de junho, de 726. O anterior era de 1º de junho, de 667. Fechou agosto com 4.587, média de 148 por dia, o menor volume do ano, mas este número pode crescer. São 2.340 em setem­bro, 78 por dia. É o menor vo­lume deste ano e o mais baixo desde maio do ano passado, de 1.238, no início da pandemia.

Em outubro são 193, ou 39 por dia. O mês com mais ca­sos da pandemia é maio, com 12.021, média de 388 a cada 24 horas. O recorde do ano passa­do pertence a julho (8.626). A tendência é de queda na com­paração semanal. Entre 22 e 28 de setembro, quando passou de 109.573 para 110.174, mais 601 pacientes foram diagnosticados com covid-19, média móvel de 86 a cada 24 horas. Entre 29 de setembro e 5 de outubro, saltou de 110.296 para 110.874. São 578 novos casos, 83 a cada 24 horas. O recuo chega a 3,8%. São 23 contágios a menos.

As notificações desde o início da pandemia chegaram a 252.428, sendo que 139.195 testaram negativo para co­vid-19, ou 55,1% do total. Os 110.874 casos confirmados até agora representam 43,9%. Ri­beirão Preto também aguarda o resultado de 2.359 exames que estão represados nos la­boratórios (1%) – novamente abaixo de três mil. Os meses com menos casos são março (88, a pandemia começou em meados do mês na cidade) e abril (223) do ano passado.

Deixe o seu comentário:

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com