Ao que tudo indica, a Tesla fez um acordo com a Samsung para o fornecimento de módulos de câmeras para a caminhonete elétrica Cybertruck. Isso porque a gigante do país assinou um contrato de US$ 436 milhões (cerca de R$ 2,25 bilhões) com a “fabricante americana número 1 em veículos elétricos”.

De acordo com o jornal especializado em economia sul-coreano The Korea Economic Daily, a Samsung expande os negócios para o mercado de peças dos automóveis elétricos, principalmente por causa da estagnação na indústria de telefonia móvel.

Ainda na publicação sul-coreana, sem citar a Tesla, é dito que “a empresa planeja lançar um novo veículo elétrico que dá aos motoristas uma visão traseira por meio de uma câmera no carro, que já o modelo não possui retrovisores laterais”. Justamente um dos detalhes do Cybertruck.

A caminhonete foi revelada por Elon Musk, CEO da Tesla, em 2019. E, como bem destacou o jornal da Coreia do Sul, o veículo não conta com os espelhos laterais, algo proibido pela legislação de trânsito dos Estados Unidos. A montadora espera que haja uma mudança nisso antes da chegada do Cybertruck ao mercado.

O jornal KED ainda destaca que o carro em questão possui “oito câmeras para propósitos de direção autônoma”. A picape elétrica conta com câmeras nos para-lamas, frontais e traseiras. Há ainda outro módulo na parte de baixo do para-choque dianteiro.

Cybertruck em cenário de paisagem
O veículo deve chegar ao mercado no final deste ano. Imagem: Mike Mareen/Shutterstock

O plano da Tesla é lançar o Cybertruck no mercado até o final deste ano. A empresa, contudo, não descarta um atraso que leve a estreia do veículo nas rodovias em 2022. Inicialmente, ele será vendido apenas na América do Norte.

O Cybertruck será montado na fábrica gigante que está sendo construída em Austin, no Texas. Com 804 km de autonomia, a picape elétrica irá custar US$ 69.990 (R$ 362 mil).

Via: Electrek