LUCAS FIGUEIREDO / CBF

A seleção brasileira não con­tou com dois jogadores no trei­no desta terça-feira, no estádio do Pacaembu. Na preparação para a estreia na Copa América, contra a Bolívia, na sexta-feira, o zagueiro Marquinhos foi pou­pado da atividade, enquanto o volante Arthur continua fora e preocupa a comissão técnica, pois tentar se recuperar de uma pancada no joelho direito para poder participar da partida.

Arthur se machucou no domingo, ao levar uma entra­da do hondurenho Quioto no amistoso realizado em Porto Alegre. O volante passou por exames médicos e tem recebido cuidados intensivos, mas ainda não foi a campo desde então. Nos últimos dias, ele permane­ceu no hotel da seleção brasi­leira sob observação. Caso não consiga se recuperar, o técnico Tite pode optar por convocar um substituto. O prazo de ins­crição termina na noite de quin­ta-feira, a 24 horas da estreia.

Tite inicialmente havia pro­gramado um treino aberto por apenas 30 minutos nesta terça, mas depois liberou a presença da imprensa durante toda a ati­vidade. Os jogadores realizaram um trabalho com ênfase ofensi­va, cujo objetivo era trocar pas­ses rápidos e superar as linhas de marcação simuladas por estacas no gramado. A orientação da comissão técnica foi para dar velocidade nos lances, em uma tentativa de reproduzir o sistema de marcação da Bolívia.

Em outra parte do gramado, a linha de defesa reserva reali­zou atividades táticas de posicio­namento e marcação. Fizeram parte deste grupo o lateral-di­reito Fagner, os zagueiros Éder Militão e Miranda, assim como o lateral-esquerdo Alex Sandro. A seleção brasileira contou ain­da no trabalho com a presença de seis jogadores das categorias de base do Corinthians.

Comentários