Titular diante da Chape, Jucilei afirma: ‘Fui afastado injustamente’

0
18
DIVULGAÇÃO/SPFC

O meio-campista Jucilei retornou ao São Paulo no úl­timo final de semana diante da Chapecoense, após ficar afastado por três meses do elenco principal. Reintegrado por Fernando Diniz, o joga­dor afirmou que pretende cumprir os quatro de anos de contrato que assinou com o São Paulo e garantiu ter sido injustiçado no afastamento.

“Contrato sempre é para ser cumprido. Fiz quatro anos, estou aqui há dois, tenho mais dois. Pretendo cumpri-lo. Eu não vou citar culpado, eu sei de uma coisa: fui afastado in­justamente, pelo fato de eu não ser um cara baladeiro, por não ser um cara que chega atrasa­do. Geralmente você faz uma cagada dentro do clube e você é afastado. Mas não foi o meu caso. Daqui para frente agora é página virada. Estou muito feliz pela recepção dos joga­dores, da diretoria, de todos. Desde a portaria ao presidente. Estou muito feliz”, afirmou.

Em seu retorno ao São Paulo, Jucilei agradeceu o técnico Fernando Diniz. O comandante tem elogiado o volante e destacou o bom desempenho do jogador nos treinamentos.

“Fernando Diniz já vi­nha aqui na época do Dorival (2017). Tinha conversado com ele. Ele me elogiava bastante. Encontrei com ele também no aeroporto, quando ele estava no Fluminense, e ele falou que ainda teríamos a oportunida­de de trabalhar juntos. Ago­ra estou tendo essa chance. É um cara que tem me dado muita força. Sou muito grato a Deus e a ele. Talvez se não fosse o Diniz poderia nem es­tar aqui, porque se ele fala que não queria o Jucilei seria mais um imbróglio, mais uma con­fusão. Tenho mais dois anos de contrato. Seria um negócio que não faria bem para as duas partes. Então estou muito feliz pelo retorno e agradecido ao Diniz por essa nova oportuni­dade”, disse Jucilei.

Jucilei, por fim, disse es­tar bem fisicamente, ao ser questionado sobre o peso. O volante está à disposição de Fernando Diniz para encarar o Fluminense, nesta quinta-fei­ra, no Morumbi.

Comentários