O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso há um ano em Curi­tiba pela Operação Lava Jato, po­derá conceder entrevistas, segundo decisão tomada pelo presidente do STF – Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, nesta quinta-feira (18). Todos os veículos que fizeram soli­citação para entrevistar Lula terão os seus pedidos liberados para falar com ele na prisão, informou a colu­nista Mônica Bergamo.

Em setembro do ano passado, o ministro Luiz Fux suspendeu de­cisão de seu colega Ricardo Lewa­ndowski que autorizava a Folha de S. Paulo a entrevistar o ex-presi­dente na Superintendência da Po­lícia Federal do Paraná.

Recentemente, Lula recebeu autorização especial para acompa­nhar o velório do neto dele, Arthur Araújo Lula da Silva, que morreu no dia 1º de março, no hospital Barti­ra, em São Bernardo do Campo. O ex-presidente esteve no velório por cerca de duas horas e, em seguida, retornou a Curitiba.

Comentários