Transerp interdita vias para obras e por chuva

0
41
JF PIMENTA/ESPECIAL PARA O TRIBUNA

A Empresa de Trânsito e Transporte Urbano de Ribeirão Preto (Transerp) decidiu inter­ditar completamente o cruza­mento das avenidas Maria de Jesus Condeixa com a Doutor Francisco Junqueira, na região central, por causa da forte chu­va que desabou na cidade na quarta-feira, 27 de novembro. A pista sentido Centro/Bairro foi bloqueada.

O bloqueio ocorre no trecho onde é realizada a obra de cons­trução do viaduto. Desta forma, os condutores que vêm da Fran­cisco Junqueira e desejam aces­sar a Maria de Jesus Condeixa deverão virar à direita na aveni­da Plínio de Castro Prado, à di­reita na rua Arnaldo Victaliano, para depois acessar a Maria de Jesus Condeixa.

Com investimento inicial previsto em R$ 20,18 milhões, a Construtora Hejos foi contrata­da através de processo licitatório por R$ 15,28 milhões, gerando uma economia de aproximada­mente R$ 4,9 milhões aos cofres públicos – cerca de 24,3%. Com prazo de execução de 18 meses, o viaduto irá beneficiar os mo­radores dos bairros Jardim Cas­telo Branco, Jardim Iguatemi, Santa Cruz do José Jacques, Vila Seixas, Jardim Macedo, Jardim América e Centro.

A obra irá permitir uma liga­ção de mais de oito quilômetros, possibilitando o cruzamento di­reto da Zona Leste com a região Oeste da cidade. A interligação das avenidas Maria de Jesus Condeixa e Antônio Diederich­sen irá criar uma conexão direta das avenidas Treze de Maio e Castelo Branco com a avenida Presidente Vargas, eliminando a necessidade de retornos pela Francisco Junqueira.

Jardim América
Devido ao avanço das obras de readequação viária na praça Helio Smidt, no Jardim Amé­rica, na Zona Sul, nesta quinta­-feira (28) a Transerp interditou o cruzamento da avenida Nove de Julho com a Portugal, na pista sentido Centro. Os condutores e comerciantes que desejam aces­sar essa parte próxima ao posto de combustíveis desativado de­verão entrar com cautela pelo acesso local da avenida Portugal com a rua Cândido Portinari, no sentido da Nove de Julho.

Em seguida, a Transerp libe­rou a subida do trecho novo da avenida Antônio Diederichsen para quem vem do viaduto Ayr­ton Senna, para poder permitir o acesso a avenida Presidente Vargas. Além disso, os conduto­res que vêm do viaduto Ayrton Senna podem acessar a Antônio Diederichsen no trecho entre a avenida Nove de Julho e a Fran­cisco Junqueira.

A empresa DGB Enge­nharia foi contratada através de processo licitatório por R$ 5.828.355,27, proveniente de recursos do governo federal. A readequação viária com aber­tura de rotatória e semafori­zação das avenidas Portugal, Nove de Julho, Diederichsen e Costábile Romano também proporcionará readequação viária no cruzamento das ave­nidas Diederichsen, Presidente Vargas e avenida Itatiaia.

Ribeirão Mobilidade
Os dois serviços fazem parte das 27 obras do Progra­ma Ribeirão Mobilidade, cujo objetivo é oferecer maior qua­lidade de vida aos usuários do transporte coletivo urbano, garantindo agilidade e fluidez do trânsito, redução dos pon­tos de congestionamento e criação de conexões diretas de um ponto a outro da cidade e, consequentemente, menos tempo dentro do ônibus.

Ao todo, serão 56 quilô­metros de corredores de ôni­bus percorrendo as principais avenidas do município, além de pontes, túneis, viadutos, re­capeamentos asfálticos, dupli­cação de avenida e abertura de vias públicas que proporciona­rão maior conforto a 4.154.118 usuários do transporte público. O investimento total se aproxi­ma de R$ 500 milhões, sendo R$ 310 milhões provenientes de recursos do Programa de Acelerção do Crescimento II – PAC da Mobilidade Urbana e do Saneamento e o restante, cerca de R$ 190 milhões, do Financiamento à Infraestrutu­ra e ao Saneamento (Finisa) e outras agências de crédito.

Já foram entregues as três pontes na avenida Francisco Junqueira, a duplicação da ave­nida Antônia Mugnatto Ma­rincek – a popular “Estrada das Palmeiras” – e as quatro frentes de recapeamento concluídas e o recape da rua Tapajós. Em execução estão a recuperação da Estrada do Piripau, am­pliação da avenida Coronel Fernando Ferreira Leite, rea­dequação viária da praça Hé­lio Smidt, prolongamento da avenida Professora Dina Rizzi, o viaduto sobre o córrego Re­tiro Saudoso, os recapeamentos iniciados em outubro, recapes iniciados em 12 de novembro e o início da implantação do via­duto na avenida Brasil sobre a avenida Mogiana.

Comentários