Chegamos ao final de mais um ano. É neste momento que refletimos so­bre o ciclo que se encerra, com a possibilidade de boas novas logo ali na fren­te, a começar na semana que vem. E estou certo que nossa gestão terá muitas novidades que mudarão a vida das pessoas mais do que já mudou nestes dois primeiros anos de mandato, com um apertado resumo logo a seguir. Porque no ano que vem seguiremos colocando em prática o nosso planejamento para a cidade, investindo em obras e serviços em favor da população.

Felizmente terei dificuldades em enumerar tudo o que conseguimos realizar nestes dois anos de administração. Foram muitas as conquistas após um planejamento bem feito e a dedicação de toda a equipe em re­alizar muito, mesmo diante de limitações externas que não permitiram a expansão das receitas, mas ampliaram em muito as necessidades de se aumentar as despesas.

Ainda assim conseguimos investir em todas as áreas da nossa admi­nistração. Começando por inaugurações recentes, tiramos do papel as obras de mobilidade urbana com a inauguração de três novas pontes, sobre o córrego Retiro Saudoso, que ligarão o Centro a importantes bairros da zona Norte, principalmente o bairro Campos Elíseos. Ainda na mobilidade urbana recapeamos e pavimentamos 200 quilômetros de vias públicas e estamos terminando a duplicação da avenida Antonia Mugnatto Marincek. Também colocamos em circulação 105 novos ôni­bus e sete micro-ônibus e entregamos os três novos terminais de embar­que e desembarque no entorno da Catedral Metropolitana.

No setor habitacional entregamos 6.951 casas e inauguramos um novo bairro que terá 6.991 unidades habitacionais. Há ainda 3.354 casas em construção e 11.560 em fase de aprovação. Após a aprovação da revisão do Plano Diretor, estamos trabalhando de forma acelerada na elaboração de leis e planos complementares, de forma a facilitar a expansão da cidade, com uso e ocupação do solo de forma segura e em obediência ao bom planejamento e preservação dos recursos naturais.

Na saúde conquistamos o 1º lugar no índice de satisfação entre as dez maiores cidades do estado de São Paulo, em levantamento feito pela empresa Indsat. Registramos em 2018 o menor índice de casos de dengue dos últimos 12 anos. Reduzimos a menos de 1% o percentual de medi­camentos em falta na rede pública de saúde. De 350 itens oferecidos, as faltas de 3 a quatro (eram 69 no início de 2017) são pontuais e corrigidas de forma rápida. Melhoramos significativamente o pronto atendimento com o programa “Saúde Melhor”, ao mesmo tempo em que reduzimos o tempo de espera por exames, que são feitos nas próprias unidades.

A Secretaria da Educação criou 900 vagas na educação infantil e implantou oito novas salas do EJA (Educação de Jovens e Adultos), com 210 novas vagas. A partir de 2019, os pais poderão acompanhar o desenvolvimento de seus filhos por meio do boletim escolar eletrônico. Também a partir do próximo ano os alunos do 1º o 5º ano do Ensino Fundamental I terão professores de arte.

Estamos próximos da universalização do saneamento básico. No primei­ro semestre de 2019, com a conclusão das obras de implantação de 97,2 qui­lômetros de interceptores de esgotos, teremos 100% de água tratada, 100% de esgoto afastado e coletado e 100% de esgoto tratado.

Há muito mais a informar em um balanço completo, que será divulgado nos próximos dias. Mas antes de encerrar quero relatar uma medida administrativa muito importante. Priorizando o pregão eletrô­nico nas concorrências públicas, economizamos R$ 100,7 milhões em aquisições de bens e serviços.

Em 2019 o ritmo será mantido e ampliado, para chegarmos a ótimas notícias no final. E que tenhamos todos um ano novo repleto de realizações.

Comentários