Foto: Rede social

Vazamento de Trietilamina, um composto derivado da amônia, em empresa de fundição na manhã desta quinta-feira (10) na avenida Costa e Silva, zona Norte de Ribeirão Preto, com acionamento de várias viaturas do Corpo de Bombeiros para o local.

Segundo um dos proprietários, uma braçadeira de tubulação sofreu avaria e, entre três a cinco litros de produto químico, vazaram para o ambiente.

A Trietilamina vaporizada é irritante para os olhos, nariz e garganta quando inalada, provocando tosse, dificuldade respiratória ou perda da consciência.

Durante três horas, enquanto os bombeiros trabalhavam, as imediações da empresa na avenida Costa e Silva ficaram interditas.

Não houve manifestação de pessoas afetadas no vazamento.