Jornal Tribuna Ribeirão
Mundo

Veículo da Nasa vai procurar água na Lua

DIVULGAÇÃO/NASA

O Veículo de Exploração Polar para Investigação Volátil (Viper) vai pousar no polo sul da Lua em 2023 para procurar água e outros recursos, anun­ciou a Nasa, a agência espacial norte-americana, na segunda­-feira, 20 de setembro. O local da missão, parte do programa Artemis, será perto da borda ocidental da cratera Nobile, onde irá explorar a superfície e subsuperfície da área.

A equipe da agência avaliou trajetórias viáveis para o rover, tendo em conta locais onde o Viper poderia utilizar os seus painéis solares para carregar e conservar o calor durante a viagem de 100 dias. “Estamos à procura de respostas a algu­mas perguntas bastante com­plexas, e estudar esses recur­sos na Lua, que resistiram ao teste do tempo, vai nos ajudar a responder”, disse Anthony Colaprete, cientista que coor­dena o projeto.

O Viper, que será lançado a bordo de um foguete Falcon Heavy da empresa privada SpaceX, estudará uma superfí­cie lunar de aproximadamente 93 quilômetros quadrados. Durante a missão, serão reco­lhidas amostras de pelo menos três locais em áreas cuidadosa­mente selecionadas, que pro­porcionarão maior compre­ensão de uma vasta gama de diferentes tipos de ambientes lunares, disse a Nasa.

A equipe Viper procurará analisar as características do gelo e outros recursos, utili­zando sensores e o berbequim do rover a bordo. A análise de amostras de uma variedade de profundidades e temperaturas ajudará os cientistas a prever melhor onde mais poderá ha­ver gelo na Lua, com base em terreno semelhante, permitin­do à Nasa mapear recursos.

A ideia é compreender me­lhor a distribuição de recursos na Lua e documentar as futu­ras missões tripuladas à super­fície lunar. A Nasa explica que o polo sul lunar é uma das re­giões mais frias do sistema so­lar. “Nenhuma missão anterior à superfície da Lua explorou essa região”, acrescenta.

Dados de missões ante­riores ajudaram os cientistas a concluir que o gelo e outros recursos potenciais existem em áreas da lua próximas dos polos. Os dados que o Viper envia vão fornecer aos cientistas de todo o mun­do “maior compreensão da origem cósmica, evolução e história da nossa lua”, diz Thomas Zurbuchen, admi­nistrador associado da Nasa para a ciência.

Mais notícias

Coreia do Norte confirma lançamento de míssil

Redação 1

Coreia do Norte dispara míssil para mar do Japão

Redação 1

China envia 1ª mulher para estação espacial

William Teodoro

Fim de erupção em La Palma não está próximo

William Teodoro

OMS anuncia grupo que estudará novos patógenos

William Teodoro

Campanha da ONU chama atenção para direitos das crianças refugiadas

William Teodoro
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com