OS PEQUENOS VESTÍGIOS
Finalmente, para a felicidade do público fã da telona, os cinemas re­abriram trazendo boas opções de gêneros, entre eles este suspense dirigido por John Lee Hancock e com um elenco de grandes astros. Na trama, Joe “Deke” Deacon (Denzel Washington), é um delegado adjunto da pequena cidade Kern, já no final de carreira, mas ain­da com grande talento de descobrir pequenos detalhes para solu­cionar crimes, mesmo atropelando as regras. Por conta disso, ele é enviado a Los Angeles para conseguir algumas pistas para um caso em andamento. Mas, ao chegar lá, acaba se envolvendo na busca de um assassino em série de mulheres (Jared Leto) que está aterrorizando a cidade. O delegado do Departamento de Polícia de Los Angeles, Jim Baxter (Rami Malek), impressionado com sua ca­pacidade em notar pequenos vestígios, o nomeia extraoficialmente para ajudá-lo na busca do assassino. Na procura dos rastros do assassino, Baxter não imagina que a investigação está trazendo de volta segredos perturbadores do passado de Deke que podem revelar muito mais do que seu caso. A trama se desenrola no es­tilo dos filmes policial noir e pode não agradar a todos. Com um início lento, mas na sequência pode até levar o espectador a ficar focado no desenrolar da trama na expectativa de descobrir quem é o assassino e o que está por trás dos acontecimentos. Com um final que deixa muitas indagações, o que vale mesmo no filme são as atuações brilhantes do premiado trio central da história, Denzel (vencedor de dois Oscars – ator coadjuvante e ator 1990 e 2002)), Rami Malek (Oscar de Melhor Ator em Bohemian Rhapsody) e Ja­red Leto (Melhor Ator Coadjuvante em Clube de Compras Dallas). Quanto ao final do filme, fica por sua conta.