Jornal Tribuna Ribeirão

Vídeo | Chefe do Procon denuncia ameaça em posto de combustível em Ribeirão Preto

Foto: Divulgação

A Chefe do Procon de Ribeirão Preto, Ana Paula de Paiva Gentile, registrou um boletim de ocorrência, nessa quarta-feira (17), relatando ter sofrido ameaça em um posto de combustível da cidade. O fato teria ocorrido após ter sido exigido o cumprimento de uma ordem de fechamento do estabelecimento em questão.

O posto, localizado no estacionamento do Novo Shopping, na Avenida Presidente Kennedy, no bairro Nova Ribeirânia, é suspeito de vender gasolina sem bandeira. Contudo, o mesmo exibiria a bandeira de uma marca em seu estabelecimento.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo, Ana relatou em seu registro que foi vítima de ameaça e que ouviu uma frentista do posto dizer que iria fotografar a placa do carro dela.

Diante da situação, a Chefe do Procon se deslocou até a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Ribeirão Preto, onde o caso foi registrado como ameaça e desobediência. Na ocasião, o telefone celular da frentista foi entregue à Polícia.

O jornal Tribuna entrou em contato com a Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, porém não obteve um posicionamento até a publicação desta matéria. Da mesma forma, a assessoria de comunicação do Novo Shopping também foi contatada pela nossa reportagem, mas não se pronunciou sobre o caso.

Redes Sociais

Nas redes sociais, Ana divulgou um vídeo em que relata o ocorrido e comenta sobre as ameaças que teria sofrido de funcionários do posto que, segundo ela, “agiam de forma hostil” durante a atuação da Fiscalização Geral.

Ainda segundo a gravação, Ana relata que um homem, que seria pai do proprietário do posto de combustível, teria a ameaçado de morte. “Eu estou fazendo o meu trabalho. Se a gente vive em um mundo assim é complicado, difícil. Ninguém aceita, todo mundo está brigando. […] Voltei para a delegacia para pedir para o delegado proteção”, disse.

Durante todo o percurso após deixar o posto, Ana contou com apoio de escolta da Guarda Civil Metropolitana (GCM).

Deixe o seu comentário:

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com