Warner Music segue tendência global e investe na África com a compra da gravadora Rotana Music

0
13

O movimento de investida na África não para na indústria musical. Depois da Universal Music Group, da Ingrooves, e da mais recente CD Baby, quem está mostrando interesse no continente é a Warner Music Group (WMG). A major anunciou um investimento na maior gravadora independente do mundo árabe, a Rotana Music, que faz parte do Rotana Group, considerada a maior empresa de entretenimento da região.

De acordo com a Variety, o anúncio dizia que “o acordo expandirá a presença do WMG na região de rápido crescimento do Oriente Médio e do Norte da África, ao mesmo tempo em que gerará oportunidades interculturais para o renomado repertório da gravadora”.

“A região do Oriente Médio e Norte da África está entre os lugares mais culturalmente dinâmicos do mundo hoje, com cenas musicais efervescentes e um crescimento drástico do consumo. Estamos entusiasmados por nos juntarmos ao Rotana, cuja presença significativa no mercado reflete sua extraordinária lista de ícones musicais e talento excepcional”, revela Simon Robson, presidente do WMG, International, Recorded Music.

Propriedade do príncipe Al Waleed Bin Talal, a empresa está sediada em Riyadh, Arábia Saudita, com filiais em Jeddah, Dubai, Kuwait City, Beirute e Cairo. Ao mesmo tempo, foi anunciado que a ADA Worldwide, divisão de serviços de rótulos da WMG, distribuirá os lançamentos do Rotana globalmente fora da região e via YouTube para todo o mundo.

“A cultura criativa no MENA (Médio Oriente e Norte da África) é tão vibrante e diversa, e esta parceria aumentará a troca de música e ideias, ao mesmo tempo que promove e apoia artistas locais no cenário global”, comemora Salem Al Hendi, CEO da Rotana Music Holding.

Via Portalpopline