JF PIMENTA/JORNAL TRIBUNA

A 9ª edição da Meia Ma­ratona, na cidade de Ribeirão Preto, acontecerá no próximo dia 25, e a largada será às 6h, no estacionamento do Ribei­rãoShopping. Além do per­curso de 21 km, acontecerão corridas de 10 km e 5 km. A entrega dos kits será realiza­da no sábado (24), véspera da prova, na loja da Decatlhon, das 10h às 20h.

Neste ano, o percurso sofreu alterações. Os atletas que farão a prova dos 21 km sairão do RibeirãoShopping com destino à avenida Pre­sidente Vargas, depois segui­rão pela avenida José Adolfo Bianco Molina, retornarão pela Presidente Vargas, su­birão a avenida Carlos Con­soni com destino à avenida João Fiúsa e ao bairro Jardim Olhos d’Água, retornarão à João Fiúsa para pegar a via Mastro Tom Jobim e a João Fiúsa novamente até cha­garem à Presidente Vargas, onde a corrida terminará no RibeirãoShopping.

A antecipação da largada às 6h foi um pedido dos pró­prios atletas, em função do clima quente nesta época do ano. Para participar das pro­vas de 10 km e 21 km, é preci­so ter, no mínimo, 18 anos; já para a prova de 5 km, a idade mínima é 14 anos, sendo ne­cessária a autorização do pais ou responsáveis.

A Meia Maratona, que ano passado teve corredores de 82 cidades, de seis estados brasileiros, integra o calendá­rio de eventos em comemo­ração aos 115 anos da Asso­ciação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto (ACIRP) e tem também o apoio da Pre­feitura Municipal e do Ribei­rão Convention Bureau.

A prova faz parte dos ca­lendários municipal e estadu­al de eventos esportivos e faz uma homenagem ao Dia dos Bombeiros.

Para a edição deste ano, o RibeirãoShopping é patroci­nador Master; e Sicoob/Coo­perac, Ambient e Rodonaves, patrocinadores Premium.

História de campeões
Ao longo dos anos, a Meia de Ribeirão, como é conheci­da, vem contabilizando um número cada vez maior de participantes. No ano passa­do foram cerca de 2.850 par­ticipantes. A prova também vem colecionando campeões: Maria Zeferina, vencedora da São Silvestre de 2001, venceu duas “Meias”. Lucas Ferreira, de Guariba, e Samur Ignácio, de Ribeirão Preto, já subiram três vezes cada um no ponto mais alto do pódio.

Comentários