23 C
Ribeirão Preto
20 de abril de 2024 | 12:37
Jornal Tribuna Ribeirão
Embu das Artes nasceu no século XVII, em uma antiga aldeia habitada pelos índios Guaranis e fundada pelos padres Jesuítas. “Artes” foi acrescentada por conta da vocação artística que permeia toda a cidade e acolhe uma diversidade de artistas (Sergio Luiz Jorge/Expressão Studio )
Início » A antiga aldeia encostada na capital 
DestaqueTurismo

A antiga aldeia encostada na capital 

Passados os festejos de final de ano e ainda no período de férias, o Tribuna Ribeirão volta a trazer em seu caderno de turismo algumas cidades paulistas para serem curtidas e visitadas. Uma opção neste verão para passear com a família ou amigos, podendo ir de ônibus ou carro. E para quem estiver na capital ou próximo da grande metrópole, uma opção é Embu das Artes, que fica menos de 30km de Sampa. 

Se a visita for em um domingo, você vai voltar com uma lembrancinha se visitar a Feira de Artesanato. Embu das Artes é muito procurada para compras e tem muitas lojas e ateliês, mas também conta com muitas atrações culturais, arquitetônicas e gastronômicas que valem a pena. 

A estância turística integra o Circuito Taypa de Pilão. Embu das Artes nasceu no século XVII, em uma antiga aldeia habitada pelos índios Guaranis e fundada pelos padres Jesuítas. A palavra “Artes” foi acrescentada por conta da vocação artística que permeia toda a cidade e acolhe uma diversidade de artistas.  

O município atrai milhares de turistas em busca de peças de antiguidade, móveis rústicos, objetos de decoração e artesanato. Possui um Centro Histórico que em meio a ateliês e tantas lojas divide o espaço com construções antigas como a igreja Nossa Senhora do Rosário que se transformou no Museu de Arte Sacra dos Jesuítas. 

A igreja Nossa Senhora do Rosário que se transformou no Museu de Arte Sacra dos Jesuítas divide espaço com lojas e ateliês  

 

Arautos do Evangelho – O imponente complexo ocupa uma área de 40 mil m² e chama a atenção pela riqueza de detalhes. 

 

Parque do Lago Francisco Rizzo – Diversão garantida para toda a família, a atração ocupa uma área de 217 mil m² e oferece ao visitante pista para caminhada e corrida, brinquedoteca, biblioteca e área verde com belas paisagens para descanso ou fazer um piquenique. 

Feira de Embu das Artes – A tradicional atração reúne milhares de pessoas que querem se divertir ou que buscam objetos de artesanato para decorar a casa, o escritório. Além disso, o local conta com diversas barracas com doces caseiros, flores ornamentais, restaurantes e bares. 

 

Polo Moveleiro – Conta com inúmeras lojas de móveis, com opções para mobiliar todos os espaços de uma residência, do dormitório ao jardim. 

 

Cidade das Abelhas – Aos fãs e curiosos sobre o mundo das abelhas, a atração oferece diversas opções ao visitante para entender tudo sobre elas. O espaço fica em uma área de preservação ambiental. 

Fotos – Sergio Luiz Jorge/Expressão Studio 

Mais notícias