COLETIVO FULIGEM

Vinte e cinco residências de Ribeirão Preto receberão apre­sentações de dança na porta de casa. A ação é o “Delivery Dance”, atividade que integra o Festival Danço, Logo Existo promovido pelo Coletivo Mu­Dança Ribeirão, que tem como objetivo levar a arte aos domi­cílios. Para participar, foram selecionadas 25 apresentações­-solo e cada um dos artistas, os “entregadores”, serão remune­rados em R$ 500.

Quem quiser ser presentea­do com o “Delivery Dance” na porta de casa deve se inscrever até sexta-feira, 18 de junho, no Instagram do coletivo (@ mudancaribeirao). As vagas são limitadas para os dez pri­meiros inscritos e os outros 15 premiados serão escolhidos por uma comissão do festival, tendo como objetivo descen­tralizar a dança.

O “Delivery Dance” é uma atividade que tem como obje­tivo “entregar” dança na porta de casas em Ribeirão Preto, promovendo assim o acesso e a descentralização desta arte. As apresentações serão realizadas por 25 dançarinos solo, os “en­tregadores”, que se inscreverem até dia 18. Serão selecionados pela curadoria do festival para as apresentações.

O resultado dos “presente­ados” será divulgado no Ins­tagram do coletivo até 30 de junho e as apresentações acon­tecerão entre os dias 15 e 18 de julho e de 23 a 25 de julho. “O projeto, em seu fazer, propõe repensar os formatos de apre­sentações, a relação com o es­paço urbano e o vínculo junto ao público, além de movimen­tar a economia local da área da Dança na cidade de Ribeirão Preto”, diz Angela Andrade.

Até 28 de agosto, o Coleti­vo MuDança Ribeirão realiza a primeira edição online do Festival Danço, Logo Existo. Informações sobre o evento estão disponíveis em www. instagram.com/mudancari­beirao/, no link disponível na BIO. Pensando em aproximar ainda mais o artista do público em tempos de isolamento so­cial, o evento chega inovando e traz para a programação o “Delivery Dance”.

A atuação do Coletivo Mu­Dança é marcada também pela mediação artística e espaços de educação não-formal. Por acreditar na importância de atividades formativas, o fes­tival traz para a sua progra­mação os webinários “Danço, Logo Re(Existo)”. Serão três encontros, sempre com início às 15 horas.

Os temas escolhidos são “Festivais e Inovações”, com apresentação no dia 26 de ju­nho; “Pandemia, Crise e Rein­venções”, no dia 14 de agosto; e encerrando o ciclo de encon­tros será a vez de “Como em­preender e produzir em Dan­ça”, no dia 28.

Os webnários acontecerão através da plataforma Zoom, com limite de participantes. Ao final de cada webnário, a produção emitirá certificação para os presentes no encon­tro. Todas as inscrições para as atividades do Festival Danço, Logo Existo podem ser feitas na página do Instagram do MuDança. A programação di­versificada contemplará tanto dançarinos, quanto o público.

Idealizado em 2012, o gru­po nasceu com o intuito de unir agentes da dança em Ri­beirão Preto para discussão de demandas coletivas e repasse destas necessidades para as reuniões ordinárias do Con­selho Municipal de Cultura. Desde então, o movimento viveu transformações em seus objetivos e ações.

Com um histórico de atu­ação em produções de eventos de maneira continuada, tor­nou-se nos últimos anos, um coletivo em Ribeirão Preto de ações voltadas para os modos de pensar e fazer em dança, garantindo gratuidade ao aces­so às atividades, incentivando processos criativos e pesquisa em dança, em suas variadas linguagens.

Inspirada na frase “penso, logo existo” do filósofo, físico e matemático francês René Des­cartes (1596-1650), o evento “Danço, Logo Existo” nasceu como uma festa no final de 2014, durante o Festival Fa­gulha de Artes Integradas, em parceria com o Coletivo Fu­ligem. O objetivo do evento era promover e celebrar um encontro entre passinhos da balada e danças profissionais, fortalecendo os artistas locais da dança e também os aproxi­mando do público.

Após se consolidar na ci­dade, a festa “Danço, Logo Existo” seguiu sua trajetória de forma independente, mostran­do sua potência em caminhar de maneira autônoma. Ao todo, foram realizadas quatro edições até o ano de 2018, em parceria com casas de shows na cidade de Ribeirão Preto.