Abstenção da Fuvest sobe e chega a 13,2%

0
17
Marcello Casal Jr/Agência Brasi

Com a pandemia da covid-19, o vestibular Fuvest 2021 teve um total de 17.210 abstenções, 13,2% em relação aos 130.678 candida­tos inscritos. De acordo com os dados divulgados pela entidade nes­te domingo, 10 de janeiro, o número é superior ao da edição anterior, que registrou 7,9%, e considerado um dos maiores do últimos anos.

Segundo especialistas, os candidatos deste ano encontraram uma prova tradicional e com poucas mudanças. As provas da segun­da etapa estão marcadas para os dias 21 e 22 de fevereiro. O ranking que revela a concorrência entre os cursos do vestibular reflete a mesma tendência de anos anteriores.

Segundo a Fuvest, as carreiras de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) na capital e em Ribeirão Preto ficaram na frente, respectivamente com 154,6 e 129,1 candidatos por vaga. A terceira posição é do curso de Medicina de Bauru, com 78,4 candidatos por vaga. Outros cursos concorridos são Psicologia (78,1 por vaga, em Ribeirão Preto é de 41,9 por vaga, o segundo mais concorrido) e Relações Internacionais (55,3).

A USP oferece 11.147 vagas em 30 cursos de graduação. O resultado da primeira fase será divulgado em 1º de fevereiro. São 8.242 destinadas para seleção pelo vestibular da Fuvest. Há 2.905 vagas disponíveis para quem quer concorrer a uma vaga na USP utilizando a nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Em Ribeirão Preto, Barretos e Franca, as provas foram aplicadas em 19 locais. Segundo a Fuvest, nestas três cidades, 11.664 estudantes es­tavam inscritos. Inicialmente, a primeira fase do vestibular deveria ocorre em 21 de novembro, mas a pandemia adiou a realização.

O número de questões e o tempo de duração da prova foram mantidos. Foram aplicados 90 testes de múltipla escolha de biologia, física, geografia, história, inglês, matemática, português e quími­ca. Para evitar risco de contágio pelo novo coronavírus, a Fuvest estabeleceu um conjunto de regras que também serão adotadas na segunda fase, em fevereiro.

A cartilha com as informações está disponível na internet. O número de locais de prova no estado foi ampliado de 88 para 148. Cada sala recebeu 40% do limite de capacidade. Segundo a organi­zação, os espaços são ventilados e as carteiras ficaram dispostas a 1,5 metro de distância umas das outras.

Os estudantes tiveram de levar as próprias máscaras, conforme a legislação estadual. O uso é obrigatório. A Fuvest informa que, nos dias 21 e 22 de fevereiro, álcool em gel será oferecido, tanto em salas como nos sanitários. Além disso, os candidatos receberão um sachê com lenço embebido em álcool 70% para que eles mesmos façam a desinfecção da carteira.

Comentários