Álbum traz inéditas de Baden Powell

0
30
MONISE TERRA

Um mergulho em arquivos familiares resgatou composi­ções e fragmentos temáticos nunca registrados do genial violonista Baden Powell (1937- 2000). Essa pesquisa, que valo­riza o lado compositor do artis­ta, muitas vezes ofuscado pelo instrumentista espetacular que ele foi, resultou no álbum “Ba­den Inédito”, do grupo Ludere.

O disco chega ao público em formato de CD e vinil, além das plataformas digitais, nesta sexta-feira, 30 de outubro. Na mesma data acontecerá uma live, às 19 horas, em que o gru­po contará sobre o projeto e apresentará os vídeos da gra­vação, também para lembrar os 20 anos da morte do músico completados em setembro.

O grupo é formado pe­los músicos Philippe Baden Powell (piano e teclados), Rubinho Antunes (trompete e flugelhorn), o ribeirão-pre­tanoi Bruno Barbosa (con­trabaixo acústico e elétrico) e Daniel de Paula (bateria e percussão). O disco ainda conta com as participações especiais das cantoras Vanes­sa Moreno e Fabiana Cozza e dos instrumentistas Thiago Carreri (violão e guitarra) e Gabriel Grossi (harmônica).

A ideia do Ludere nesse trabalho não era reproduzir, mas sim enaltecer a composi­ção de Baden, de acordo com a personalidade sonora do grupo. Para Philippe Baden Powell, filho de Baden, “esse foi um trabalho em que todos nós do grupo mergulhamos fundo nas obras inéditas que desco­brimos e adaptamos ao nosso som, fazendo uma ligação en­tre a tradição e a atualidade”.

E finaliza, “o disco é muito mais do que uma homenagem ao compositor, pois traz um re­pertório inédito dele e dá uma roupagem com elementos que ele gostava e admirava, ainda q ele não usasse na própria mú­sica. Mas a improvisação e os sons que lá estão, ele sempre me incentivou a fazer.”

O disco é produzido pelo próprio grupo e tem Thiago Monteiro como engenheiro de gravação, mixagem e mas­terização. As vozes de Vanessa e Fabiana foram gravadas no estúdio Arsis por Adonias Ju­nior. Gabriel Grossi foi grava­do por Alex Miranda, no Rio de Janeiro. Quem assina a capa e o Design Gráfico é Mirante.

O Ludere, quarteto cria­do em 2015 pelo pianista Philippe Baden Powell, filho do legendário violonista e compositor brasileiro Baden Powell, e pelos músicos Ru­binho Antunes (trompete), o músico de Ribeirão Preto Bruno Barbosa (contrabaixo) e Daniel de Paula (bateria), já lançou os álbuns Ludere (2015), Retratos (2017) e Live at Bird’s Eye (2019).

O grupo se apresentou em respeitados festivais no Brasil e fora, passando por Moscou, com apresentação na pro­gramação do projeto Brasil Experience durante a Copa do Mundo; no conceituado Duc Des Lombards, em Paris (França), na Casa da Música no Porto (Portugal) e no tra­dicional jazz club londrino Ronnie Scott’s.

Também realizou qua­tro shows no Birds Eye Jazz Club, em Basel, Suiça, que resultaram no terceiro álbum do quarteto e na JazzAhead, em Bremmen na Alemanha. Em março de 2020, antes das interrupções em função da pandemia do Coronavírus, o Ludere fez mais uma turnê na Europa, se apresentando no projeto Musik Winter em Gs­chwend no sul da Alemanha e no conceituado club Porgy and Bess em Vienna.

Comentários